Conheça o homem que vive sozinho na cidade fantasma de Fukushima para cuidar dos animais abandonados

O fazendeiro japonês Naoto Matsumara, vive na cidade fantasma de Tomioka, situada apenas a seis quilômetros de Fukushima, local do vazamento nuclear ocorrido em 2011.

Após a tragédia, mais de 150 mil pessoas deixaram suas casas e migraram para áreas seguras. O governo japonês ordenou que a população local deixasse a zona afetada pelo acidente nuclear imediatamente.

Naoto, de 56 anos, e seus familiares deixaram sua fazenda e foram para uma área segura, mas ele se sentiu péssimo em ficar longe de casa e não parava de pensar nos animais abandonados que foram deixados para trás.

Decidiu retornar e voltou para Tomioka para cuidar dos animais abandonados que lutavam para sobreviver. Agora o mundo o conhece como herói. Uma decisão muito difícil, entre o que seria mais fácil e o certo.

Nos dias de hoje, Naoto Matsumara é o guardião dos animais de Fukushima, sendo a única pessoa que se propôs a viver na zona contaminada.

Ao procurar na cidade toda, encontrou um grande número de animais deixando água e comida para que pudessem sobreviver. Enquanto fazia este trabalho, encontrou 120 vacas mortas em uma fazenda.

Infelizmente, as autoridades de Fukushima, na época, lançaram uma campanha para matar os animais abandonados, mas Matsumara se engajou e ajudou a preservar a vida dos animais.

Naoto construiu um celeiro para abrigar 31 vacas que encontrou, e cuida de diversos gatos, cachorros, porcos e até de uma avestruz e cuida de tudo apenas com doações. O fazendeiro tem consciência que a radiação da cidade é prejudicial para sua saúde e lentamente o mata, mas ele não liga.

Ele não se importa, os médicos disseram que não ficaria doente por 30 ou 40 anos e até lá prefere estar morto, de qualquer jeito, relata o homem de coração grande.

Comentários

Share via