Curiosidades sobre Hiroshima e Nagasaki, símbolos de renascimento no Japão

Mais de 70 anos após os ataques dos EUA ao Japão, durante a Segunda Guerra Mundial, as cidades de Hiroshima e Nagasaki tornaram-se símbolo de esperança e renascimento. Confira alguns fatos sobre os ataques ao Japão.

Chama da esperança ainda está acesa

A chama da esperança em Hiroshima está acesa desde 1946, em homenagem às vítimas e apenas será apagada quando todas as armas nucleares forem extinguidas e nenhuma ameça nuclear ter o poder de ameaçar ninguém;

Policiais salvos

Depois da primeira bomba atômica ter sido lançada em Hiroshima, um policial foi até Nagasaki avisar que era preciso engatinhar para ter uma chance ao ataque, por causa de seu aviso não houve nenhum policial morto;

Símbolo de sobrevivência

O jovem Tsutomu Yamaguchi sobreviveu ao primeiro ataque em Hiroshima, conseguiu embarcar em um trem para chegar ao seu trabalho em Nagasaki, e sobreviveu ao segundo ataque;

Símbolo de renascimento

A flor espirradeira (orleander) é a oficial da cidade de Hiroshima, pois foi a primeira espécie a florescer depois do ataque;

Tradição enraizada

As árvores sobreviventes aos ataques são conhecidas como Hibaku Jumoku, hoje restam 75 árvores sobreviventes identificadas por placas;

Kyoto foi poupada

A cidade de Kyoto foi desconsiderada ser alvo da bomba, pois o secretário de guerra americano Henry, L Stimson admirava a cidade, além de ter passado sua lua de mel em Kyoto. Nagasaki foi escolhida em seu lugar;

Paz e renascimento do tsuru

O tsuru representa o renascimento das cidades atacadas, o pássaro é constantemente visto pendurados nas janelas e na porta de estabelecimentos.

 

 

 

 

Comentários

Share via