Crianças escolherão o mascote das Olimpíadas 2020 em Tóquio e prêmio será de 1 milhão

O anúncio feito no dia 22 de maio de 2017 levantou grande repercussão mundial, ao divulgar como será feita a escolha do mascote das Olimpíadas 2020, com sede em Tóquio. O mascote será escolhido através de um concurso cultural aberto no Japão.

Até então nada de novo, pois o nome do mascote das Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016 foi escolhido através de votação popular. Em 2012, Londres também abriu um concurso feito apenas entre profissionais da área para escolher o design do seu.

Logo oficial das Olimpíadas 2020 Japão

O logo das Olimpíadas 2020 também foi escolhido em concurso, mas foi aberto apenas a profissionais de design e estúdios, escolhidos através de votação online.

Qual a diferença desta vez?

Crianças da pré-escola Japão

O que causou surpresa foi o juri escolhido para analisar e escolher o mascote das Olimpíadas  e Paraolimpíadas 2020: as crianças do ensino primário.

Quem pode participar?

Através de seu canal oficial, foi divulgado que todas (estrangeiros também) as pessoas que residem no Japão maiores de 18 anos poderão enviar ideias e conceitos, de acordo com critérios fixos para criar o mascote.

Através do briefing, um comitê de especialistas irão escolher alguns, e desenhá-los para votação em todas as escolas primárias do Japão. São cerca de 20,000 escolas com 270,000 classes.

Um site oficial ainda será lançado para o concurso e as inscrições começarão em 01 de agosto e terminarão no dia 14.

Quem tiver menos de 18 anos e quiser participar, deverá ter um responsável para representá-lo. Segundo o comitê oficial, o mascote deverá refletir a herança cultural japonesa e seu nome será escolhido pela equipe criativa responsável.

Prêmio milionário

O vencedor receberá um prêmio de 1 milhão de ienes e os finalistas 100 mil ienes. Três ou quatro finalistas serão anunciados no mês de dezembro. A divulgação do vencedor está prevista para ocorrer em março de 2018.

Essa será a primeira vez que o Japão terá um mascote para as Olimpíadas. O Japão foi sede dos jogos em 1964, mas naquela época ainda não existia esse conceito, apenas em 1972 a figura icônica surgiu em Munique.

Leia também:

Mascote é paixão no Japão

Mascotes no Japão

Quem já visitou o Japão, provavelmente deve ter visto um mascote em algum local. Se você já morou, é certeza.

Existe um representando quase tudo, desde times esportivos, empresas, departamentos de polícia, lojas comerciais, aeroportos, empresas de táxi, livrarias, prefeituras, redes de televisão, órgãos oficias militares e até presídios.

Segundo a Associação de personagens locais do Japão em Shiga (Japan local Character Association) existem cerca de 3,000 mascotes espalhados pelo país.

O distrito de Rumoi em Hokkaido chegou a ter em 2015, um para cada 6,000 habitantes. Para se ter ideia a província tinha população estimada em 53,000 naquele ano.

produtores de fruta de Funabashi

Conhecidos como yuru-kyara eles servem para transmitir mensagens úteis de maneira educativa e divertida para a população, além de divulgar ações importantes para a comunidade. Também são usados para promover eventos, lojas, produtos e fazem parte da cultura japonesa.

A quantidade de yuru-kyara já chegou a ser um problema para Osaka, com muitos espalhados pela cidade, a prefeitura queria eliminar alguns deles. Seu mascote oficial, estava perdendo popularidade entre tantos.

Mascote Kumamon de Kumamoto

Os que ganham popularidade e caem nas graças do público chegam a movimentar bilhões de ienes com produtos licenciados, como é o caso do Kumamon, mascote da cidade de Kumamoto.

Com certeza o mascote das Olimpíadas 2020 atrairá atenção mundial. O que vocês acharam da proposta?

Comentários

Share via