“Sailor Moon” está de volta, mas agora no cinema: Saiba tudo sobre a reestreia de filme

Anime clássico no estilo mahō shōjo chega às telonas e recupera a popularidade por meio da nostalgia dos fãs

Se você foi uma criança que viveu os anos 90 e teve pelo menos uma televisão em casa,  dificilmente você escapou de uma “febre japonesa” que tem nome e sobrenome: o anime “Sailor Moon”.

Sucesso no Japão e no mundo todo, o desenho animado conseguiu uma façanha: resistir anos após anos, mesmo depois de tanto tempo de sua exibição original nas emissoras de TV, como um dos animes mais preferidos de inúmeros fãs nostálgicos. A título de informação, só para termos uma vaga ideia do estrondoso êxito da série animada, até o próprio canal (TV Manchete) que exibiu pela primeira vez “Sailor Moon” no Brasil (em 1996), já não existe mais desde 1999 e o sucesso do anime continua intacto.

E grande parte disso se deve justamente aos fãs que agora têm um motivo mais do que especial para comemorar: “Sailor Moon” está de volta, mas dessa vez como filme! Depois de um musical no teatro (que esteve em cartaz de 2013 a 2016 no Japão, passando por cidades como Tóquio, Fukoka e Osaka) e de serem temas até de uma exposição em um museu da capital japonesa em abril deste ano, “Sailor Moon” finalmente volta às salas de cinema.

A origem de “Sailor Moon”: antes do anime, o mangá já existia

Bem antes de se pensar na versão realizada para o teatro, museu e cinema, a origem de “Sailor Moon” está naquilo que representa outro simbólico nipônico, para além do próprio anime, que é o mangá.

Com o título inicial de “Pretty Soldier Sailormoon” e, anos depois, trocado para “Pretty Guardians Sailor Moon”, o mangá foi escrito e ilustrado – de 1992 a 1997 – por Naoko Takeuchi, uma mangaká considerada hoje a revolucionadora dos trabalhos que seguem o estilo mahō shōjo (literalmente o termo significa “garota mágica”, em português).

Capa do mangá publicado em 1992 pela editora japonesa Kōdansha.
Capa do mangá publicado em 1992 no Japão (Divulgação/Editora Kodansha)

Neste tipo de trama mais fantástica, mahō shōjo, garotas comuns adquirem poderes mágicos e incríveis para se defender e lutar contra o mal. E, neste estilo inconfundível, “Sailor Moon” é o seu maior expoente. Isso é dizer que outros mangás e animes, por exemplo, que vieram após o trabalho de Takeuchi (como “Sakura Card Captors”, “Guerreiras Mágicas de Rayearth”, “Wedding Peach”, entre outros), mesmo tendo suas peculiaridades, ainda assim, seguiam um padrão narrativo muito próximo ao de “Sailor Moon”.

Já na TV, o anime passou por cerca de 5 formatos e versões que se iniciaram também no ano de 1992 e se finalizaram em 1997 no Japão. Há, porém, outras duas versões mais recentes de 2014 e 2016, mas, pelo visto, não tem tido muito apelo com os nostálgicos fãs que ainda não conseguira se desprender das primeiras versões dos anos 90. Esta retomada do anime vem seguindo um movimento (especialmente pela internet) que, desde 2010, transformou a série quase como um objeto “cult”.

Você se lembra da história principal? E das personagens? 

A história gira em torno de defensoras renascidas de um reino que está ameaçado novamente pelas forças do mal. As personagens principais — chamadas de “Sailor Senshi” — são belas adolescentes que podem se transformar em heroínas representando a Lua e outros planetas.

Uma curiosidade é que o uso da palavra “Sailor” se dá por conta do popular uniforme escolar das garotas do Japão, o sērā fuku (“roupa de marinheiro”), que serviu de inspiração a Naoro Takeuchi para os uniforme das “Sailor Moon”.

Na imagem abaixo, no centro, está a “Princesa Serena Tsukino” (também chamada de “Tsukino Usagi”, já que o termo “usagi” quer dizer lua em japonês) e, da esquerda para a direita, suas respectivas Guardiãs: Sailor Júpiter; Sailor Mercúrio; Sailor Marte e, finalmente, Sailor Vênus.

As principais personagens que ainda encantam fãs pelo mundo todo
As principais personagens que, mesmo após mais de 20 anos, ainda encantam fãs pelo mundo (Divulgação/Naoko Takeuchi, Kōdansha, TV Asahi, Toei Dōga)

Data de reestreia do filme

De acordo com informações da Vogue espanhola, o filme “Sailor Moon R The Movie: The Promise of the Rose” já tem mês e ano definidos para a estreia ao público: janeiro de 2017. O filme em questão trata-se da obra que foi levada para alguns poucos cinemas em 1993. A reestreia faz parte de um projeto que tentará reestrear nos próximos anos pelo menos mais dois filmes sobre a série “Sailor Moon”. A reestreia, ainda não se sabe com certeza, pode trazer algumas inovações no roteiro e desenvolvimento da história.

Porém, o maior problema não é a falta de clareza nas informações sobre o filme trazer cenas novas, personagens diferentes ou apenas reproduzir o conteúdo antigo. Para nós, brasileiros, o problema é outro: até o momento a reestreia tem somente japoneses e americanos como seus espectadores confirmados.

Outros países, e o nosso está nesta lista, não têm nenhum comunicado oficial sobre a possibilidade de sequer ter uma reestreia tardia ou coisa do tipo por estas bandas. Até mesmo o teaser oficial do filme, disponibilizado pelo canal “Vizmedia”, é impossível, até o momento, de ser visualizado (!) no YouTube por brasileiros ou quem quer que seja que possa estar em nosso país. A mensagem de erro aponta que estamos em um território ainda não autorizado para a exibição do vídeo. “Sad but true”.

15036359_1359116977456618_5754137548028693142_n

15027816_1359115827456733_7978471999957465281_n
Mensagem de erro é mostrada quando internautas no Brasil tentam acessar ao vídeo com o teaser oficial da reestreia (Reprodução/YouTube)

Seria este o momento ideal para chamarmos a atenção e mostrarmos que os fãs brasileiros também merecer ter #SailorMoonNoBrasil e finalmente rever (ou, para grande parte do público, ver pela primeira vez) nossas corajosas e fofas heroínas em ação nas telas dos cinemas?

Comentários

Share via