Existem pelo menos 16 regras de etiqueta que você deve conhecer antes de ir para o Japão, seja para passear, morar ou a negócios.

Etiqueta no Japão

Ninguém gosta de ser visto como um ogro ou de se ver em uma situação embaraçosa devido a uma quebra de etiqueta, mesmo que por descuido ou desconhecimento.

Os japoneses são, geralmente, flexíveis quanto às etiquetas. Pelo menos eles tentam manter essa reputação quando se trata de turistas estrangeiros. Pois tendem a ser bastante compreensivos se você não conhecer todas as regras em situações diferentes.

Mas, é de muito bom tom conhecer as regras básicas de etiqueta antes de viajar para o Japão, tanto para você quanto para os seus anfitriões.

A seguir, listamos algumas situações complicadas que tendem a ser comuns entre os estrangeiros. Portanto, é bom se informar melhor a respeito de cada uma delas, principalmente se a viagem ao Japão for uma ocasião de negócios.

1 – Sapatos

Essa você já deve ter ouvido falar. No Japão as pessoas tiram completamente seus sapatos em casa e em muitos locais públicos, como restaurantes, templos, santuários e ryokan (hotéis). Isso parece ser bastante simples, mas é comum causar alguns embaraços aos visitantes mais distraídos.

2 – Hashi

O modo de usar os hashi (pauzinhos) nas refeições estão entre as mais importantes regras de etiqueta no Japão. Os hashi são levados muito a sério, portanto é importante informar-se bem sobre como utilizá-los se for a um jantar de negócios. Por exemplo, é considerado de extremo mau gosto utilizar os hashi para apontar para algo, como um menu.

3 –  Celular

Os japoneses costumam ser silenciosos e discretos quando falam em um telefone celular. Ele evitam falar alto ao celular, de modo que todos ao seu redor possam ouvir.

É considerado falta de educação também, falar ao telefone em um trem ou em um café. É comum as pessoas saírem do estabelecimento para falarem ao telefone. Nos trens, usa-se as mensagens de texto no lugar das chamadas com voz.

4 – Beber socialmente

Ao beber socialmente, a etiqueta japonesa tem como regra que você não deve servir a sua própria bebida. Porém a  regra torna-se mais flexível quando as pessoas se tornam mais íntimas.

The Japan Times

5 – Negócios

O Japão tem uma série de etiquetas de negócios que são levados bem a sério. Por exemplo, é importante sempre ter um cartão de visita respeitável.

6 – Vestuário

Os japoneses vestem-se formalmente para uma grande variedade de situações empresariais, culturais e sociais.

Em muitos casos, os códigos de vestimenta japoneses não são declarados e você pode ser admitido em um bom restaurante, teatro, cerimônia de chá ou reunião de negócios, vestido casualmente. Mas pode ser considerado pouco educado.

O uso de cosplay em atrações culturais, como templos e santuários é geralmente considerado desrespeitoso.

7 – Nomes

No Japão, é importante usar o nome da pessoa em todos os momentos de uma abordagem. Os pronomes usados para “você” podem ser considerados rudes.

Caso você já esteja extremamente familiarizado com a pessoa é que você pode se dirigir à ela usando o seu sobrenome, seguido do título “-san”. Em casos raros é melhor usar o “-sama”, que é mais formal, mas isso, geralmente, só se aplica se você está conversando com um cliente, em uma situação de negócios.

8 – Cigarro

É considerado falta de educação fumar ou comer enquanto anda. No caso de fumar, em algumas áreas, é ilegal fumar enquanto anda.

9 – Karaoke

O karaoke é muitas vezes uma festa descontraída que ninguém se lembra depois. No entanto, certas etiquetas se aplicam. Por exemplo, é costume se revezar na escolha das músicas. Então, é importante perguntar, antes de começar uma música, de quem é a vez.

10 – Sushi

Cada tipo de culinária japonesa tem suas próprias regras de etiqueta. Por exemplo, o nigiri sushi deve ser mergulhado no lado do peixe. Caso contrário, o arroz cai no shoyu e pode parecer desagradável.

11 – Tomar banho

Nas casas japonesas, as pessoas evitam usar sabonetes na banheira da família. As pessoas, primeiro se banham para depois entrar na banheira. O banho é visto como um relaxamento, em vez de apenas um processo de limpeza.

12 – Sanitários

Usar os tradicionais sanitários japoneses corretamente pode parecer desafiador. E os sanitários japoneses existem nas formas tradicionais e modernas, que também apresentam seus desafios, se você não estiver acostumado com eles. Os sanitários japoneses modernos possuem uma extensa variedade de recursos úteis e ímpares.

13 – Condução de veículos

Os japoneses são os motoristas extremamente pacientes e atenciosos, que não se estressam muito. Nos cruzamentos, muitas vezes, os motoristas desligam os faróis, como uma forma de gentileza, para que os motoristas do outro lado não se incomodem com as suas luzes. Mas, pode ser um pouco perigoso caso as pessoas se esqueçam de acendê-los novamente.

14 – Resfriados e alergias

No Japão, é costume usar uma máscara quando você tem um resfriado ou alergia. É considerado falta de educação assoar o nariz em público. No Japão, as pessoas vão ao banheiro para assoar o nariz.

15 – Sentar-se

Em situações formais os japoneses muitas vezes sentam-se em uma posição chamada seiza, que é difícil para alguns estrangeiros manterem por muito tempo.

Se você experimentar ficar sentado na posição seiza e achar muito difícil, pode cruzar as pernas à sua frente, as pessoas irão te entender.

16 – Desculpas

No Japão, é costume de pedir desculpas a qualquer inconveniência que você possa causar a alguém. Existem dezenas de expressões que servem para se desculpar em japonês, dependendo do contexto.

Você conhece mais alguma regra ou particularidade do Japão que poderia estar nesta lista?

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários