Em janeiro a celebração de Ano Novo no Japão continua com o Dondo-Yaki

Os eventos de Ano Novo no Japão continuam até meados de janeiro com o Dondo-Yaki queimando todo o passado.

Conheça mais uma tradição japonesa de Ano Novo que serve para renovar a sorte, agradecer e apagar o passado.

Dondo-Yaki

Dondo-Yaki é uma antiga tradição, na qual são queimados os velhos amuletos e itens da sorte, tais como o Omikuji (sortes aleatórias escritas em tiras de papel) ou o Daruma.

Esse evento reúne todos os habitantes dos bairros em torno de uma grande fogueira que queima os antigos amuletos como forma de desejar um Ano Novo com felicidade renovada.

As pessoas constroem uma torre com bambu verde, cedro japonês, palha e juncos em uma área aberta, como o terreno de um templo, o leito de um rio, campo de arroz ou outro campo de colheita.

Nela, também são postas para queimar todas as decorações de Ano Novo e os Kakizome (primeiras caligrafias feitas no início do Ano Novo).

Tradições

Há uma grande variedade de tradições transmitidas entre as gerações, que são relacionadas a Dondo-Yaki.

Os japoneses participantes do evento acreditam que a pessoa cresce com mais jovialidade, se ela se aquecer na fogueira de Dondo-Yaki.

Acreditam também que a fogueira melhora as habilidades de escrita e traz sabedoria aos jovens, tornando-os mais sábio se os seus Kakizome queimarem e subirem alto no céu.

Eles acreditam também que a pessoa ficará mais saudável e não ficará resfriada se comer o Mochi, bolo de arroz e laranjas mandarim, grelhados nas brasas da fogueira.

E ainda, as culturas irão crescer bem se as cinzas da fogueira forem espalhadas nos campos.

Neste evento, as pessoas se reúnem em torno da fogueira para manterem seus desejos em mente.

Hatsumode

No Japão, a maioria das pessoas visitam um santuário xintoísta no Ano Novo. Esse costume é conhecido como Hatsumode.

Esta é a época mais popular do ano para se comprar amuletos, para garantir a saúde, o sucesso ou mesmo a sorte no amor.

Uma grande variedade de itens auspiciosos, amuletos e decorações sazonais estão associados ao Ano Novo japonês. Muitos desses itens são mantidos por um ano e depois descartados.

Os japoneses consideram de extrema má sorte e mau gosto jogar os amuletos no lixo. Portanto, a cerimônia Dondo-Yaki é a maneira correta de se desfazer de tudo o que é considerado afortunado de acordo com a cultura japonesa.

A cerimônia varia de santuário para santuário, mas sempre envolve uma grande fogueira.

Em alguns santuários, as pessoas assam mochi e daidai (tipo de laranja) na fogueira com varas. Esta prática está relacionada ao costume de comer Kagami Mochi, uma decoração de Ano Novo feita de bolo de arroz, em meados de janeiro.

Dondo-Yaki também é considerado mais um evento de Ano Novo e está relacionado com o desejo de colocar o passado para descansar e poder começar o ano renovado.

Boa sorte nunca é demais, concorda?

Comentários

Share via