Conheça os chás mais consumidos no Japão

Seja em lojas de conveniência, em lojas especializadas, em restaurantes, em máquinas automáticas com suas versões industrializadas, em supermercados ou em visitas na casa de alguém. No Japão, aonde quer que você vá, provavelmente encontrará um chá à sua disposição.

Não é novidade que os japoneses são grande consumidores de chá. Bem vinda a qualquer hora do dia, são imensas as opções disponíveis. Mesmo entre os chás verdes, há um grande número de variações baseados no momento da colheita, sua exposição ao sol e outras variáveis.

Veja quais são os chás mais consumidos no Japão.

1 – Gyokuro

(Crédito: Divulgação)

gyokuro é o chá verde de alta qualidade.  Ele é colhido durante a primeira rodada de colheita e protegido do sol por algum tempo. Ele é conhecido pela sua coloração bem verde e pelo seu sabor suave, adocicado e pouco amargo. Por causa de seu processo especial e de suas características, esse chá é mais caro que os demais.

2 – Sencha

sencha é um chá verde considerado de qualidade média. Ele também é colhido durante a primeira rodada de colheita, porém suas folhas não são protegidas do sol. A característica desse chá é o seu sabor levemente amargo com um fino retrogosto adocicado.

(Crédito: Divulgação)

3 – Bancha

(Crédito: Japan Talk)

O bancha é um chá verde feito com folhas do final da safra, maiores e um pouco duras. Ele possui um sabor suave, pouco amargo e é mais barato do que os dois chás anteriores. Geralmente, ele é servido gratuitamente em restaurantes japoneses.

4 – Matcha (chá verde em pó)

O matcha é uma chá verde de alta qualidade, cujas folhas que foram colhidas em uma plantação coberta, iguais às do chá gyokuro, são secas e moídas até se transformares em um pó fino, que depois é misturado à água quente.

(Crédito: Divulgação)

Depois de pronto, ele forma um líquido verde, de aparência densa e espumante. Seu sabor é bastante forte e amargo e, por causa disso, pode não agradar todos os paladares. Bastante tradicional, o matcha é conhecido por ser utilizado em cerimônias do chá. Além disso, ele é bastante utilizado para saborizar doces e sorvetes.

5 – Konacha (chá verde residual)

(Crédito: Tofugu)

Basicamente, o konacha é um chá feito a partir das sobras de outros chás verdes. Por ser considerado um chá de qualidade inferior, é comum encontrá-lo gratuitamente em diversos restaurantes no Japão.

6 – Hojicha (chá verde torrado)

(Crédito: Divulgação)

O hojicha é um chá verde que se caracteriza por suas folhas serem assadas durante o processamento, deixando a sua cor marrom-avermelhada. O calor da torrefação também provoca alterações químicas nas folhas, fazendo com que esse chá seja mais doce e tenha uma aroma suave e caramelizado. Por ser bem leve e naturalmente adocicado, este chá é frequentemente servido para crianças e idosos.

5- Genmaicha (chá verde com arroz torrado)

O genmaicha é o chá verde bancha ou sencha misturado ao arroz integral torrado. De coloração amarelada, a composição desse chá resulta em um sabor suave e bastante equilibrado.

(Crédito: Divulgação)

Sendo a variedade mais barata do chá verde, ele era utilizado por aqueles que não podiam pagar pelo chá puro. Hoje em dia, ele é apreciado pelo seu sabor único e pelo aroma assado. Ele também é chamado de “chá de pipoca”, devido ao processo de torrefação que faz com que alguns grão estourem e fiquem parecendo pipocas misturadas ao chá.

6 – Mugicha (chá de cevada)

(Crédito: Divulgação)

O mugicha é um chá feito pela infusão de cevada torrado em água. Seu sabor é levemente amargo e queimado. Esse chá é muito popular no Japão, sendo bastante consumido gelado no verão. Essa bebida não contém cafeína, por isso muitos consideram esse chá ideal para crianças.

6 – Oolongcha (um tipo de chá chinês)

O chá oolong apesar de ser originalmente da China, é bastante popular no Japão atualmente. Nesse chá são utilizadas folhas oxidadas, ou seja, folhas que são deixado em uma sala climatizada até que naturalmente fiquem mais escuras, devido à exposição ao oxigênio. Depois, as folhas são submetidas ao calor para interromper o processo de oxidação.

(Crédito: Divulgação)

De coloração marrom, esse chá pode ser servido quente ou frio e seu sabor é um pouco amargo. O oolongcha possui muitos sabores e variedades diferentes, podendo ser doce e frutado ou grosso e lenhoso.

7 – Kocha (chá preto)

(Crédito: Divulgação)

Apesar de ser popularmente chamado de chá preto, na língua japonesa, kocha significa chá vermelho, referindo-se a sua cor marrom avermelhada. As folhas do kocha são ainda mais oxidadas do que as do oolongcha, conferindo-lhe a sua cor mais escura. Existe uma grande variedade de kocha, dependendo do grau de oxidação das folhas.

8 – Jasmine-cha (chá com flores de jasmim)

(Crédito: Divulgação)

O chá de jasmim é feito através da combinação de flores de jasmim com chá verde ou chá oolong, resultando em um sabor sutil e um aroma florado. Esse chá é mais popular em Okinawa, onde é conhecido como sanpincha.

Explore e descubra qual é o seu preferido!

Comentários

Share via