Ekiben: compartilhando comidas locais com o mundo

Já popular entre os japoneses, o ekiben vem também conquistando muitos turistas de vários lugares do mundo. É comum os fãs estrangeiros postarem fotos de suas descobertas de ekiben em suas redes sociais.

(Crédito: Reprodução NHK)

Aproveitando a fama e de olho nessa nova clientela, os vendedores de ekiben vêm traçando estratégias para atrair cada vez mais visitantes estrangeiros, como por exemplo, inserindo descrições em inglês nos produtos.

(Crédito: Reprodução NHK)

Já de olho nos Jogos Olímpicos de Tóquio, vendedores de ekiben esperam que, com a entrada de mais visitantes estrangeiros no país, pessoas ao redor do mundo possam descobrir o prazer de se comer um ekiben.

O que é ekiben

Ekiben é uma refeição embalada em caixas de bentô vendidas nas estações de trem de todo o Japão. Seu nome é uma combinação das palavras eki – estação e bentô – marmita japonesa. Ele caracteriza-se por incluir alimentos frescos e porções de comida cuidadosamente embaladas e organizadas.

(Crédito: Little Miss Bento)

O ekiben é conhecido por oferecer pratos tradicionais locais da região em que se está comprando a comida. Barato, gostoso e prático, o ekiben foi projetado para ser degustado dentro de um trem, principalmente em percursos mais longos.

Origem

ekiben surgiu a partir da década de 1880 com o desenvolvimento das estradas de ferro no Japão. No início, onigiris eram vendidos nas plataformas de estação. Porém, com o passar do tempo, surgiram refeições armazenadas em caixa, contendo produtos alimentícios locais. Tais produtos vieram a ser chamados de ekiben. Esse tipo de refeição ficou tão popular que tornou-se um elemento da cultura alimentar do Japão.

(Crédito: Divulgação)

Onde comprar

Custando em média entre 700 e 1.500 yen, o ekiben pode ser encontrado em lojas ou bancas nas estações ou nas plataformas de trem e, em alguns casos, até dentro dos próprios vagões.

Para aqueles que não possuem tempo para visitar as estações locais de várias regiões do Japão, o Ekibenya Matsuri, localizado na Estação de Tokyo, oferece mais de 170 tipos de ekiben com pratos típicos de diversos lugares do país.

Ekibenya Matsuri (Crédito: Little Miss Bento)

Como é um ekiben

A refeição é condicionada dentro de um recipiente de plástico, de madeira ou de cerâmica. Alguns, possuem uma corda na caixa que automaticamente aquece o alimento depois de puxá-lo.

(Crédito: Tadaimajp)

Se você tiver curiosidade de saber como é um ekiben, confira o vídeo a seguir.

Ekiben pelo Japão

(Crédito: JapanGov)

Confira mais detalhes sobre alguns ekibens que você pode encontrar pelo país.

1 – Toge no kamameshi (Estação Yokokawa, Gunma)

(Crédito: Divulgação)

Vendido desde 1958, ele possui arroz cozido com vários temperos japoneses cobertos com vegetais, carne, cogumelos e outros ingredientes. A refeição vem em um belo recipiente de cerâmica.

2 – Kaisen Kowappa (Estação de Morioka, Aomori)

(Crédito: Goin’ Japanesque!)

É composto por frutos do mar, como ovas de salmão, uni (ouriço do mar), abalone e caranguejo.

3 – Ika Meshi (Estação Mori, Hokkaido)

(Crédito: Divulgação)

É um ekiben famoso e bastante consumido desde o seu lançamento em 1941. Trata-se de duas peças de lula recheados com arroz.

4 – Hipparidako Meshi (Estação de Kobe, Hyogo)

(Crédito: Goin’ Japanesque!)

Esse ekiben contém alguns pedaços grandes de polvo, legumes e arroz. O que chama a atenção desse bentô é a cerâmica moldada como um recipiente usado para a captura de polvos.

5 – Daruma Bento (Estação de Takasaki, Gunma)

(Crédito: Takaben)

Esse bentô é composto por várias plantas comestíveis selvagens, frango, konnyaku e arroz. Depois de comê-lo é possível guardar o recipiente que possui o formato de Daruma.

 

O ekiben oferece a oportunidade de apreciar comidas locais e experimentar pratos que custariam muito mais caros em restaurantes por preços acessíveis. Portanto, se você tiver a chance de viajar em um trem no Japão, que tal encontrar seu ekiben favorito e curtir a viagem? Para aqueles que já experimentaram, qual foi a escolha de vocês?

 

Fonte: NHK, Tokyoing, JapanGovPrime Minister’s Office of Japan

Comentários

Share via