Aos 81 anos, japonesa cria aplicativo para iPhone

Muitas pessoas após uma certa idade se auto intitulam velhas demais para aprender a manusear novas tecnologias. Muitas se fecham a novos aprendizados por acharem que são incapazes de absorvê-los. Se você também acha isso, dê uma olhada no que uma mulher de 81 anos tem para lhe ensinar.

Aos 60 anos, Masako Wakamiya decidiu aprender a mexer em um computador. Ela aprofundou seus conhecimentos digitais e estudou programação durante seis meses. E agora, aos 81 anos, para a surpresa de muitas pessoas, a japonesa lançou seu próprio aplicativo, um jogo educativo chamado Hinadan (disponível para download no App Store).

(Crédito: Divulgação)

O game faz referência à tradição do Hina Matsuri (Dia das Meninas, comemorado no dia 3 de março), em que bonecos ornamentais são dispostos em uma plataforma organizada em degraus. No aplicativo, o jogador deve dispor de forma correta as 12 bonecas.

(Crédito: Mashable)

Se uma boneca estiver posicionada corretamente, um ruído é ouvido e, se posicionado incorretamente, uma campainha soa. Após completar o jogo, uma mensagem de congratulação aparece.

Veja o jogo com explicação da própria criadora.

 

O aplicativo foi projetado para não depender de reflexos rápidos ou de destreza no manuseio de aparelhos tecnológicos, mas sim, de conhecimentos sobre o Festival e suas tradições.

Esse projeto surgiu da frustração de Wakamiya ao perceber a escassez de aplicativos recreativos destinados à pessoas de sua idade. Foi com o propósito de promover experiências divertidas a fim de incentivar os idosos a se interessarem por tecnologia que Wakamiya decidiu criar seu próprio aplicativo.

(Crédito: My Modern Met)

Wakamiya ficou conhecida após dar uma palestra em uma conferência TEDx em Tokyo, em 2014, sobre o uso do mundo digital por pessoas mais velhas. No evento, ela contou que ao se aposentar, depois de trabalhar durante toda sua carreira em um banco, adquiriu seu primeiro computador com o intuito de poder cuidar da sua mãe idosa e ao mesmo tempo conversar com os seus amigos.

A partir desse primeiro contato com o computador, Wakamiya descobriu uma infinidade de possibilidades e oportunidades. “Eu ganhei asas. Estou ativa e cheia de energia”, disse Wakamiya, durante a palestra no TEDx.

(Crédito: Reprodução/YouTube)

Wakamiya criou um blog onde divulga vídeos de suas viagens e ensina a usar planilhas de Excel para fazer padrões de artes japonesas para serem usadas em crochê, tricô e outros trabalhos manuais.

 

(Crédito: Divulgação)

Ela concluiu seu discurso dirigindo-se aos membros mais velhos da audiência: “Por que não aproveitar a vida digital?”. Ela afirma que como ela, outras pessoas da terceira idade também podem ter a vida enriquecida e energizada.

Você pode assistir a palestra inspiradora de Masako Wakamiya no vídeo a seguir.

 

Wakamiya afirmou que Hinadan foi seu primeiro aplicativo, mas que provavelmente não será o último. “Eu tenho muitas ideias e quero criar novos aplicativos, mas minhas habilidades de programação são pobres. Preciso de mais tempo para desenvolvê-los”, disse à CNN.

 

Fonte: rocketnews, CNN

 

 

Comentários

Share via