Hina Matsuri: Dia das Meninas

No Japão, no dia 3 de março, é celebrado o Hina Matsuri (Festival das Bonecas ou Dia das Meninas). A data tem como intuito principal afastar os maus espíritos e rezar pela felicidade e saúde das meninas.

A seguir, confira algumas tradições relacionadas ao Hina Matsuri.

Exposição de bonecas

Tradicionalmente, as famílias que têm meninas, expõe bonecas em trajes típicos (hina-ningyo), sobre uma plataforma com andares (hina-dan) coberto com tecido vermelho. Segundo a crença japonesa, as bonecas possuem o dom de espantar os maus espíritos, as doenças, os infortúnios e a má sorte.

(Crédito: Divulgação)

O melhor é que se monte a exposição de bonecas com duas semanas de antecedência, e que seja guardada até o dia 4 de março, pois, caso contrário, segundo a tradição, as garotas da casa demorarão para se casar.

As bonecas são vestidas com as roupas tradicionais da Corte Imperial da Era Heian (794-1185) e representam a sociedade japonesa da época. O número de bonecas e de andares da plataforma podem variar, porém, um conjunto completo é composto por 15 bonecas que são dispostas em sete andares. Objetos relacionados à Corte Imperial também são adicionados ao altar. As bonecas são expostas na seguinte ordem (de cima para baixo):

Primeiro degrau: A fileira superior apresenta duas bonecas que representam o Imperador (O-Dairi-sama) e a Imperatriz (O-Hina-sama) sentados diante de um biombo dourado e de lamparinas.

Segundo degrau: Três damas da Corte Imperial japonesa, representando a classe da aristocracia.

Terceiro degrau: Cinco músicos, representando os artistas e literatos.

Quarto degrau: Dois ministros e oferendas, representando funcionários do governo e religiosos.

Quinto degrau: Três samurais e plantas, representando a classe guerreira e os domínios feudais

Sexto degrau: objetos usados na Corte – miniaturas de móveis, baús para quimonos, penteadeira, utensílios para a Cerimônia do Chá e caixa de costura.

Sétimo degrau: objetos usados fora da Corte, representando as pessoas comuns – miniaturas de carroça de boi, palanquim, caixas empilháveis e carroça de flores.

//platform.twitter.com/widgets.js

Devido ao preço alto do conjunto dessas bonecas e a falta de espaço e de tempo, é cada vez mais difícil que as famílias mantenham o ritual. No entanto, atualmente, os modelos compactos que possuem somente a Imperatriz e o Imperador são bastante populares.

(Crédito: Divulgação)

O costume de exibir bonecas começou durante o Período Heian (794-1185). Porém, foi no período Edo (1603 a 1867) que elas passaram a ser modeladas com a aparência de membros da Corte.

De acordo com a crença, as bonecas possuíam o poder de conter os maus espíritos. O Festival originou-se a partir do ritual Hina Nagashi (Bonecas flutuantes), onde as bonecas são colocadas sobre um pequeno barco de palha e enviadas às águas dos rios.

(Crédito: Divulgação)

Acredita-se que ao serem lançadas às correntezas, as bonecas estejam levando todo o mal. Hoje em dia, essa prática já não é tão comum, embora exista lugares do Japão onde esse ritual ainda é praticado.

Comidas típicas

(Crédito: Japan Talk)

Um dos alimentos típicos da ocasião é o hishimochi, um bolinho doce de arroz com camadas nas cores rosa, branco e verde. O doce é geralmente colocado junto ao altar com as bonecas.

(Crédito: Divulgação)

hina arare, biscoitinhos à base de arroz e soja forrados com açúcar colorido, também é bastante tradicional.

(Crédito: Divulgação)

O sakuramochi, bolinho doce de arroz enrolado em uma folha de cerejeira, também é comum nessa época.

(Crédito: Divulgação)

Chirashizushi é uma das refeições mais associadas ao Hina Matsuri. Esse prato é composto por ingredientes coloridos como legumes, ovos e frutos do mar espalhados em cima de arroz temperado para sushi.

(Crédito: Divulgação)

A bebida tradicional para o festival é o shirozake, semelhante ao amazake, uma bebida feita de arroz fermentado, sem teor alcoólico, podendo ser consumido pelas crianças.

(Crédito: Divulgação)

Música tradicional 

Conheça uma cantiga popular bastante conhecida e relacionada à data:  “Ureshii Hina Matsuri” (“Feliz Festival das Bonecas”)

 

Letra de Ureshii Hina Matsuri
Akari wo tsukemashou bonborini
Ohanawo aguemashou momo no hana
Go’nin bayashi no fue taiko
Kyou wa tanoshii Hinamatsuri

Odairisama to Ohinasama
Futari narande sumashigao
Oyome ni irashita neesama ni
Yoku nita kanjono shiroikao

Kin no Byoubuni utsuru hi wo
Kasukani yusuru haru no kaze
Sukoshi shirozake mesaretaka
Akai okaono udaijin

Kimono wo kikaete obi shimete
Kyou wa watashi mo haresugata
Haru no yayoi no kono yoki hi
Nani yori ureshii hinamatsuri

Tradução
Acendamos as lanternas de bonbori
Ofereçamos flores de pêssego
A flauta e o tambor dos 5 músicos
Hoje é o feliz Festival das Bonecas

O Imperador e a Imperatriz
Lado a lado, com séria fisionomia
A dama de honor de rosto branco
Muito parecida com a nova cunhada

O vento primaveril balança suavemente
A luz refletida no biombo dourado
O guardião à direita de rosto vermelho
Teria tomado o saquê branco?

Trocando de quimono, reapertando o obi
Hoje também estou em trajes de gala
Este dia primaveril de março
É o Festival das Bonecas de muita alegria

Você pode conferir mais sobre o Hina Matsuri 2017 nas redes sociais com #hinamatsuri (#ひな祭り).

//platform.twitter.com/widgets.js

//platform.twitter.com/widgets.js

//platform.twitter.com/widgets.js

//platform.twitter.com/widgets.js

//platform.twitter.com/widgets.js

//platform.twitter.com/widgets.js

//platform.twitter.com/widgets.js

Comentários

Share via