Sete curiosidades sobre os esportes no Japão que provavelmente você não conhece

Confira sete curiosidades sobre alguns esportes do Japão!

Bo-taoshi: o esporte dos cadetes militares

Dois times de 75 pessoas cada lutam por uma estaca de madeira gigante. Os jogadores pulam, socam, dão chutes ou agarram seus oponentes com o objetivo de proteger ou roubar o objeto. Se o time atacante conseguir abaixar o pole de madeira em um ângulo de 30 graus vence.

Não pode comemorar ao ganhar pontos no Kendo

O Kendo é um esporte nascido no Japão e comemorar ou fazer pose de vitória no esporte é considerado gravíssimo, chegando a tirar pontos do atleta que comemorar, pois a atitude significa desrespeito e insensibilidade ao seu adversário.

O sumô é considerado o esporte nacional japonês, mas o baseball é mais popular

O sumô é um esporte tradicional japonês, com costumes e regras ancestrais, mas o baseball é o esporte mais popular no Japão.

No baseball apenas quatro jogadores estrangeiros são permitidos em campo

Não há limites de contratação, mas em jogo apenas quatro jogadores estrangeiros são permitidos e devem ser bem distribuídos. Não pode ter dois lançadores, por exemplo.

Existe uma modalidade chamada Puropesu no Japão

O puropesu é a modalidade de luta profissional e ficou popular através do lutador Rikidozan, conhecido como o pai do puropesu.

A refeição dos lutadores de sumô chama-se chanko nabe

As refeições dos lutadores de sumô são distribuídas uma ao final da manhã, depois do treino,
e a tarde, depois de tirar um cochilo. A refeição típica é o chanko-nabe, rico em carne, vegetais, legumes, peixe e massa de udon. Consumir o chanko nabe e tirar uma soneca ajudam os lutadores de sumô a ganhar peso.

Desde 1964 o judô é considerado modalidade esportiva

Tokyo foi sede das Olimpíadas pela primeira vez em 1964, e desde então o judô entrou na competição.

 

Comentários

Share via