Lugar frio e desconfortável. Portões de barras e janelas minúsculas. Camas desgastadas e banheiros sujos. Refeições pouco apetitosas. Provavelmente, essas são as imagens que lhes vêm à cabeça quando você pensa em uma prisão. No entanto, o contrário disso tudo será possível ser visto, muito em breve.

Você pode imaginar um edifício de uma prisão sendo transformada em um magnífico hotel? Este é o plano que o Ministério da Justiça elaborou para a Prisão Juvenil de Nara.

Prisão Juvenil de Nara 
Prisão Juvenil de Nara (Crédito: Wikimedia)

Prisão Juvenil de Nara

Prisão Juvenil de Nara (奈良少年刑務所 – ならしょうねんけいむしょ, Nara Juvenile Prison) é um presídio destinado à jovens infratores na cidade de Nara (província de mesmo nome). A instituição foi construída em 1908 (final da Era Meiji), sendo a prisão mais antiga do Japão. O edifício permaneceu, na maior parte, inalterável desde a sua construção.  O complexo é designado um importante patrimônio cultural. Com seu design incomum o local tornou-se um ponto turístico popular entre os visitantes.

Prisão Juvenil de Nara
Prisão Juvenil de Nara (Crédito: Wikipedia/663highland)

A instalação que possui um design arquitetônico elegante é cercada por altos muros feitos de tijolos vermelhos. O portão da frente da prisão possuem duas torres redondas de cada lado.

A prisão fechou no dia 31 de março deste ano. O Ministério da Justiça informou que a estrutura estava deteriorada. O encerramento causou sentimentos mistos às pessoas, dada a educação reformadora pela qual a prisão de Nara era famosa. A instituição fornecia oportunidades de aprendizado a partir de 13 tipos de treinamentos vocacionais.

Planos para o “hotel-prisão” de Nara

A estrutura da prisão é bastante grande e requer muita manutenção. Também precisa ser renovado para tornar as construções na área resistentes a terremotos.

(Crédito: PR Times)

As celas do presídio serão renovadas e transformadas em quartos para hóspedes. Enquanto o layout de célula de prisão será mantida, o interior terá iluminação e mobiliário moderno para uma estadia muito mais confortável e luxuosa. No entanto, aos convidados que tiverem curiosidade, o hotel reterá uma ala da prisão para fins de preservação.

Hotel prisão Nara

Hotel prisão Nara
(Crédito: PR Times)

O hotel terá cerca de 150 quartos no total, restaurante, espaço para banhos e muito mais. O antigo espaço da enfermaria será reformado para abrigar até 60 hóspedes, em instalações de custo mais baixo. Até o fim de 2019, o hotel também deverá abrir um museu que conta a história do presídio.

projeto hotel prião Nara
Projeto para o “hotel-prisão” de Nara. (Crédito: PR Times/ SoraNews24)

A maior rede hoteleira japonesa, Solare Hotels e Resorts, será responsável pelas reformas, construção de instalações e administração, com a assistência de outras empresas como a Muji, Shimizu Corporation e a Tokyu Company. A inauguração do hotel está prevista para 2020.

A proposta de transformar a prisão em hotel faz parte de uma estratégia do governo japonês para utilizar instalações públicas com propósitos de turismo e aumentar o número de visitantes estrangeiros no país para 40 milhões em 2020. O governo prevê uma intensa demanda para o hotel, também refletindo a relativa falta de acomodações para turistas em Nara.

Leia também:

“Hotéis-prisão” pelo mundo

Apesar de já existirem hotéis construídos a partir de antigas prisões em outros países, a Prisão Juvenil de Nara será o primeiro do Japão.

Het Arresthuis
Het Arresthuis em Holanda. (Crédito: Divulgação)

Um exemplo de uma instalação desse tipo é o “Het Arresthuis” em Holanda. O local foi usado como centro de detenção para réus de pequenos crimes aguardando julgamento e, posteriormente, como uma prisão estadual. Após a conversão, ele ganhou sauna, sala de ginástica, ambientes com móveis de design moderno e culinária internacional gourmet. As celas foram transformadas em quartos luxuosos, que receberam nomes como “suíte do diretor”, “suíte do carcereiro”, “suíte do advogado” e “suíte do juiz”.

The Liberty Hotel
The Liberty Hotel nos Estados Unidos. (Crédito: thecoolist)

Outro exemplo é o “The Liberty Hotel“, em Boston (EUA), construído no antigo “The Charles Street Jail“. As condições da prisão eram tão lamentáveis que o governo declarou que os direitos constitucionais dos detentos estavam sendo violados. No começo dos anos 2000, o edifício foi transformado num hotel luxuoso e estiloso, mantendo grande parte da sua estrutura histórica.

Uma opção um pouco diferente destas, é o “The Old Mount Gambier Gaol” na Austrália. A antiga prisão foi transformada em uma acomodação econômica. Suas celas foram transformadas em quartos rústicos, mantendo ao máximo a autenticidade do local.

Entre hotéis luxuosos e acomodações econômicas, a conversão de prisões em hospedagens está se tornando popular em todo o mundo e está em expansão.

 

Com certeza, o novo “hotel-prisão” em Nara será uma opção bastante única no Japão. Com inauguração prevista à tempo das Olimpíadas de 2020, muitos turistas poderão aproveitar a atração. Muitas pessoas estão ansiosas pela sua abertura, dispostos a provar da experiência de uma estadia em uma prisão. E você, gostaria de se hospedar em um lugar deste?

Fonte: Japan Times, SoraNews24 e jpninfo

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários