Ficou doente no Japão? Saiba onde ir e o que fazer

Passar mal em um país diferente pode ser assustador em meio a uma viagem de turismo. Pensando nisso, a agência nacional de turismo japonesa elaborou um guia com endereços de hospitais e centros médicos que atendem estrangeiros no Japão.

Além disso, com as Olimpíadas de Tóquio 2020 se aproximando, a tendência é que informações e guias úteis para quem pretende visitar o Japão surjam com orientações completas.

Guia de hospitais no Japão

Ao total são 326 instalações na lista, organizadas por prefeitura para facilitar a localização. Os do tipo emergenciais possui atendimento 24 horas e funcionários que falam inglês. Além disso, alguns locais ainda oferecem atendimento em chinês, português, coreano e espanhol.

Entre a lista estão clínicas para atendimento médico com especialização em dermatologia, urologia, ginecologia, obstetrícia e cirurgia ortopédica. Além do pronto-socorro.

O site é bem intuitivo e fácil de ser utilizado. Porém é preciso ter conhecimentos básicos em inglês. Para achar as instituições médicas é preciso selecionar a região, língua, especialidade e bandeira do cartão de crédito.

Uma lista será exibida com o endereço, horário, site, telefone e áreas de especialização separadas com atendimento por idioma.

O guia foi elaborado para informar e dar atendimento completo para quem pretende fazer uma viagem de turismo ao Japão. Em 2015 mais de 19 milhões de pessoas visitaram o país e para as Olimpíadas 2020, o governo estima cerca de 20 milhões de pessoas.

Leia também:

6 remédios japoneses que podem salvar sua viagem ao Japão

Além de fornecer informações sobre a localização de hospitais e centros médicos, há esclarecimentos sobre diagnósticos, tratamentos e como fazer os pagamentos.

Além disso, para ajudar os turistas doentes cada jurisdição dos municipios possui consulados centrais para os turistas entrarem em contato também.

Plano de sáude internacional

Segundo dados divulgados pela agência de turismo, cerca de 30% dos viajantes não obtém plano de saúde internacional. Isso pode dificultar conseguir atendimento médico no Japão.

Portanto, sem um plano internacional os valores podem assustar. Por isso, estar preparado para eventuais emergências quando for viajar é imprescindível. No guia existem orientações sobre como contratar um plano também.

Comentários

Share via