O Karesansui (água seca da montanha) é conhecido como jardim japonês ou jardim zen. Uma representação da perfeição da vida e da natureza.

A magia do jardim

O jardim como representação da perfeição não é uma exclusividade japonesa. Outras culturas também tem no imaginário coletivo a visão de jardim como o paraíso.

De acordo com a tradição judaico-cristã, Adão e Eva foram expulsos do paraíso celestial por comerem o fruto proibido que oferecia o conhecimento do bem e do mal, da vida e da morte.

É possível rastrear por toda história humana a representação do paraíso em jardins. O jardim suspenso da Babilônia, o panteão nórdico, pagão, helênico, islão, todos eles possuem alguma relação do jardim com a perfeição.

Os jardins datam dos primeiros séculos no Japão, eram locais naturalmente belos e recebiam cuidado dos habitantes da ilha principal, a crença era que ali habitava o sagrado.

Por volta do século V no período Asuka, o budismo e o Tao chegaram ao Japão, a influência das culturas ao longo dos séculos criaram o karesansui.

Leia também:

Karesansui

Kareansui

O Karesansui tem suas características físicas próprias e é facilmente identificado. Geralmente com pedras e areia branca misturadas com cascalho, elementos naturais, orgânicos e inorgânicos em harmonia.

O jardim zen foi muito popular entre os samurais e a classe guerreira japonesa entre os séculos XI e XIV. O branco representa a pureza, por isso eram realizados cerimônias e meditações nele.

Um karesansui não é apenas um jardim bonito. É uma prática zen meditativa e contemplativa que visa aproximar o ser humano de sua essência para que ele se torne um com a natureza cósmica (kami).

Um jardim zen tem uma relação direta e íntima com seu zelador. É um reflexo direto da mente e do espírito de quem cuida.

Desenhar padrões com o rastelo deixa evidente a beleza e perfeição de Yin-Yang. A areia e pedras brancas só podem ser belas com a presença da sombra entre elas, com harmonia, equilíbrio e a perfeição.

Benefícios

Karesansui

O jardim zen proporciona uma meditação ativa em que é possível contemplar seu próprio estado mental e espiritual. Decorar ou redecorar o jardim é uma impressão do estado mental e espiritual expressa pelo corpo.

Karesansui

Cuidar e manter essa decoração, ou melhor, esse estado de espírito é cortar as ervas daninhas (maus pensamentos), colocar no lugar o que está fora, manter o ambiente harmônico e inspirador.

Esquecer de cuidar do jardim é como esquecer de lembrar de cuidar dos pensamentos que surgem na mente. Uma semana sem cuidar do karesansui pode revelar como está o estado mental e espiritual de uma pessoa.

Tudo isso são práticas meditativas que o jardim zen pode oferecer dentro de casa. Qualquer pessoa pode ter um karesansui independe do espaço disponível.

Os jardins também oferecem ao observador uma aproximação íntima entre o zelador e o visitante, ele refletirá no interior de quem observa.

Cuidar de um jardim zen diminui o estresse, a ansiedade e a depressão, uma meditação zen perfeita para quem é inquieto.

A meditação pela ação leva para a mente o agora e foca no que está sendo feito. Os pensamentos ficam em segundo plano, a mente se foca em fazer e não em pensar.

Ela fica mais fluída, límpida e luminosa. Traz sensação de bem estar, paz, paciência e calma, além disso deixará o ambiente muito mais agradável e elegante.

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários