Quer levar seu pet para o Japão?

Quem pretende morar no Japão, pode ter dúvidas como são os procedimentos para levar o animal de estimação ao país. Confira o que você precisará fazer.

Microchip

Se no Brasil não é tão comum o uso de chips para identificação de um amigo animal, no Japão é indispensável.

O procedimento não causa dor ao animal, além de ser realizado pela maioria das clínicas veterinárias.

Depois que o chip é colocado, você receberá um registro com a identificação e informações de contato.

Esse registro será exigido pelo AQS (Animal Quarantine Service Cargo Inspection Division), um serviço de quarentena japonês ligado ao Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca.

Formulários

Para importar um pet, você deverá fazer um requerimento de um ou mais formulários (cada formulário serve apenas a um animal) ao AQS.

O formulário deve ser aprovado pelo menos 40 dias antes da viagem. O ideal é que ele seja preenchido em japonês para que o processo seja mais rápido, formulários em outros idiomas levam mais tempo para serem aprovados.

Vacinas

Aqui vai uma dica de ouro, vacine seu amigo depois de colocar o chip, vacinas aplicadas antes do chip são consideradas inválidas.

Teste de sangue

Outra exigência para levar seu cão ou gato para o Japão é um teste de sangue para verificar se os anticorpos estão em ordem. O teste deve ser feito em um laboratório autorizado internacionalmente.

O sangue deve ser recolhido em um prazo superior a 180 dias para a realização do exame.

Seu pet precisará de um certificado de saúde. Apesar de não ser tão difícil conseguir um, a dificuldade é o tempo que você terá para que um veterinário japonês credenciado corrobore com o certificado do país de origem.

Você terá apenas dois dias antes da chegada do animal para conseguir a aprovação para enviar ao AQS, fora o custo do veterinário.

Transportadora

É importante considerar algumas coisas. Em primeiro lugar, as especificações das companhias aéreas em relação ao transporte de animais, em segundo, o conforto do animal.

Para uma viagem longa como a do Japão, é aconselhável uma transportadora grande o suficiente para que ele não fique tão estressado com tanto tempo preso em um local limitado.

Quarentena

Por último, quando seu pet chegar ao Japão, mais formulários deverão ser preenchidos e ele será encaminhado para a quarentena. O período geralmente é curto, no máximo 12 horas em um local confortável.

Por outro lado, também existe um custo. Uma advertência importantíssima: se o prazo do recolhimento de sangue (180 dias) não foi respeitado, seu amigo terá que ficar retido até que o prazo seja atingido.

E mais, o custo mensal será de aproximadamente 100 mil ienes, por isso, tome muito cuidado com o prazo. Há relatos de pessoas que ficaram com o pet em quarentena por dois meses ou mais por causa das vacinas.

Ficou com alguma dúvida? Confira o site do governo japonês com todo o passo a passo para levar seu pet para o Japão. Clique aqui.

 

Comentários

Share via