Os ônibus em greve de Okayama continuam a circular sem cobrar a passagem de ninguém

Os motoristas dos ônibus em greve, que trabalham pelo Grupo Ryobi de Okayama, tomaram as ruas em uma forma diferente de protesto. Dá uma conferida!

Leia também:

Ônibus em greve

Enquanto estão tecnicamente em greve, os funcionários do Grupo Ryobi continuam a fazer os seus trajetos. Mas, se recusando a cobrar dos passageiros.

▼ A imagem abaixo mostra um pano branco sobre a máquina de tarifa.

Acontece que, uma nova linha de ônibus concorrente, a Megurin, começou a operar desde o dia 27 de abril. No entanto, alguns de seus trajetos são os mesmos da Ryobi, além de oferecerem um valor mais barato de tarifa.

E como se isso não bastasse, os ônibus da Megurin têm também “carinhas” fofinhas.

Então, por outro lado, os motoristas da Ryobi estão se sentindo ameaçados e querem mais segurança no emprego.

Em casos como este, a empresa pode usar a paralisação do trabalho contra os motoristas. Justificando que estão colocando seus próprios interesses acima das necessidades da comunidade.

Então, para mostrar que não é este o caso, os motoristas da Ryobi continuam a trabalhar, mas sem exigir o pagamento da tarifa durante certos horários. Melhor dizendo, corridas gratuitas para todos!

O protesto ocorreu simultaneamente com a linha inaugural da Megurin.

Outros casos

Não é a primeira vez que acontece esse tipo de greve no Japão ou no mundo. Sydney, na Austrália, também teve seus dias sem tarifação, e como parte de disputas trabalhistas, no ano passado.

O primeiro caso documentado de uma “greve de tarifa” remonta a um protesto de trabalhadores dos bondes de Cleveland, em 1944. E ocorreram também, antes disso, casos semelhantes na Europa e na América Latina.

A repercussão online

Os leitores online ficaram um pouco divididos sobre o ocorrido. E muitos se perguntavam qual era o maior interesse dos trabalhadores.

“Isso não é bom. Eles estão trabalhando de graça?!”
“Acho que parar completamente os ônibus colocaria mais pressão na administração.”
“Esta é uma ótima ideia, acho legal que eles estejam tentando formas diferentes de conseguir o que querem.”
“Eu ouvi que eles fizeram isso na Austrália e funcionou muito bem!”
“Acho que é uma boa forma de proteger a imagem da empresa a longo prazo, mas me pergunto como isso pode ajudar nas negociações dos dois lados.”

Certamente, existem muitos fatores que afetarão o resultado dessa disputa trabalhista. Mas esta experiência está sendo vista pelos japoneses como algo interessante.

Considerando que os motoristas da Ryobi estão lutando por mais segurança no emprego enquanto enfrentam uma difícil concorrência, é crucial proteger a imagem da empresa e o relacionamento com seus passageiros. Por isso, muitos japoneses consideram esta uma jogada inteligente para todos os envolvidos.

▼ Se você quer saber como é um trajeto de nove minutos, sem tarifa, pela Ryobi, e no
conforto de sua própria casa, aqui vai um vídeo!

Fontes: Sankei News , Twitter / @ mipourako , Hachima Kiko / YouTube / Wasshoi Okayama/ SoraNews24

Comentários

Share via