Partes de corpo humano são encontradas em rachadura no capô do Shinkansen Nozomi 176

No dia 14 de junho, o Shinkansen Nozomi 176, que se dirigia de Tokyo para Hakata fez uma parada regular e notou uma grande rachadura no capô. Saiba mais!

Leia também:

Shinkansen Nozomi 176

Por volta das 14h10 do dia 14 de junho, o Shinkansen Nozomi 176 dirigiu-se de Tokyo para Hakata e fez uma parada regular na Estação Kokura, quando uma grande rachadura no capô foi descoberta .

Mas, apesar dos danos, o trem continuou sua jornada, viajando pelo estreito de Kanmon até a ilha principal de Honshu.

Então, o veículo passou por uma inspeção mais completa na Estação Shin-Shimonoseki, na Prefeitura de Yamaguchi. E foi quando a equipe descobriu parte de um corpo humano preso, dentro da parte danificada do trem.

Os trens que correm nos dois sentidos da linha Sanyo Shinkansen, entre Hiroshima e Hakata, foram imediatamente paralizados durante o dia.

E o incidente causou atrasos extensivos a outros serviços, incluindo o Kyushu Shinkansen e o Tokaido Shinkansen. Mas, nenhum dos 200 passageiros, ou tripulantes a bordo, do Nozomi ficaram feridos.

▼ Os noticiários mostraram o trem danificado na Estação Shin-Shimonoseki após o incidente.

De acordo com a West Japan Rail, nenhuma anormalidade, além do dano externo, foi identificada na Estação Kokura. Razão pela qual o maquinista continuou no trajeto.

Mas, após a desagradável descoberta, no entanto, as autoridades acreditam que o trem chocou-se contra uma pessoa que entrou nos trilhos, dentro de um túnel entre as estações de Hakata e Kokura, na província de Fukuoka.

E a Polícia da Província de Fukuoka confirmou mais tarde que várias partes de corpo humano foram encontradas perto do túnel de Ishisaka.

Barulho estranho

Uma investigação inicial sobre o incidente revelou também que o maquinista tinha ouvido um barulho estranho durante o trajeto. Mas continuou sem fazer um relatório.

Além disso, o atendente da estação de Kokura verificou a segurança dos passageiros, mas não tomou conhecimento de qualquer dano ao trem.

E ainda, um porta-voz da JR West disse que o maquinista havia atropelado um pequeno animal no passado. Então, decidiu não parar, pois não havia ameaça à segurança dos passageiros.

Porém, o porta-voz disse à mídia local que o trem deveria ter sido parado e inspecionado. E disse também, que o pessoal será devidamente instruído, para que medidas corretas possam ser seguidas no futuro.

Fontes: Yahoo NewsMainichi Shimbun via Hachima Kiko / Flickr/Ankur P / SoraNews24

Atualizado em 16/06/2018

Comentários

Share via