10 etiquetas corporativas que os jovens japoneses estão cansados

São tantas etiquetas corporativas, para o chá, para os cartões e para a famosa reverência oriental que os jovens japoneses acham que algumas não são tão necessárias. Dá uma conferida!

Leia também:

Pesquisa de site masculino

Há cerca de um ano, o portal de internet para o público masculino, Web R25, conduziu uma enquete com 200 homens entre 20 e 39 anos. Nela, foram apresentadas 12 regras de etiqueta profissional tradicional do Japão e solicitado que escolhessem as três menos necessárias. O resultado está listado abaixo.

10 etiquetas corporativas

10.Ao visitar o escritório de outra pessoa,  antes de se sentar, esperar até que o anfitrião diga “Por favor, sente-se” (46 pontos)

Na verdade, essa parece uma cortesia comum. Independentemente de você ser um visitante no local de trabalho ou um convidado na casa de alguém.

8 (empate). Em uma reunião, sentar-se nas posições adequadas de acordo com a hierarquia profissional (55 pontos)

A sociedade japonesa está frequentemente preocupada com o status nas relações sociais. Então, obviamente, os funcionários de nível mais alto são considerados de maior status. Assim como os convidados, os mais experientes ou simplesmente mais velhos.

BE 1

O diagrama acima mostra o local apropriado para cada um sentar. No entanto, há regras diferentes para diferentes tipos de sala, assim como em trens e táxis.

Mas, ter que calcular se o “Sr. Tanaka” tem o terceiro ou quarto status mais alto do grupo e, portanto, onde ele deveria sentar-se, é uma dor de cabeça que muitos jovens trabalhadores gostariam de dispensar.

Empate

8 (empate). Tirar o casaco antes de entrar no prédio do escritório que você está visitando (55 pontos)

Se você está tendo uma reunião de negócios na parte mais fria do ano, as etiquetas mais ortodoxas dizem par tirar o casaco (mas não o paletó). Além de dobrá-lo antes de entrar no prédio, em vez de parar no saguão e bloquear o caminho de funcionários e outros convidados.

7. Saudações e despedidas formais em correspondências corporativas (71 pontos)

Em cartas pessoais no Japão, você pode começar com ”para” e terminar tão simplesmente com ”de“. Para as empresas, no entanto, a lógica da velha escola diz que você vai precisar de mais polimento. Então, deve ser mais formal, como ”Caro senhor ou senhora”ou “com humildes saudações”. Além de punhado de outras frases tradicionais.

6. Entrar no elevador na ordem correta (98 pontos)

A princípio, isso pode parecer complicado, assim como os lugares na mesa de reunião. Mas, na prática é quase a mesma coisa. As pessoas de cargos mais elevados (que incluem os convidados) entram em primeiro lugar. E a pessoa de classificação mais baixa fica em último lugar. Além de ocupar uma posição próxima ao painel de controle para pressionar os botões ou manter a porta aberta.

Regras e mais etiquetas

5. Bater três vezes na porta antes de entrar em uma sala (113 pontos)

Apenas uma única batida parece um pouco autoritária demais. Do tipo “estou entrando!”, e deveria ser “posso entrar?”. Quatro batidas pode ser um pouco demais na opinião de algumas pessoas.

Mas por que três e não duas? Aparentemente, a etiqueta tradicional afirma que duas batidas são para verificar se tem alguém no banheiro. E talvez a contagem reduzida é pela situação.

Porém, bater duas vezes antes de entrar em uma sala de reunião, não é razoável. Porque outros podem pensar que que ele está anunciando seu desejo de usar o banheiro.

4. Trocar cartões de visita e deixá-lo sobre a mesa em vez de guardá-lo imediatamente (134 pontos)

Um dos pontos mais complicados é que, depois de receber o cartão de alguém você não deve ser rápido demais para guardá-lo. Porque isso mostraria que você está ignorando a identidade dessa pessoa em vez de lhe dar o respeito que merece .

Por outro lado, deixar o cartão na mesa durante a reunião toda, também é grosseiro. Pois, significa que você esqueceu o cartão por completo. Então, é importante guardar o cartão antes do início da reunião.

Top 3

3. Esperar seu anfitrião tomar um gole antes de você (148 pontos)

No escritório de um cliente, você provavelmente será servido com uma xícara de chá verde. Na verdade, servir chá aos visitantes é uma tarefa comum para funcionários de baixa patente.

Mesmo sendo um gesto de hospitalidade é costumeiro esperar até ele tome um gole antes de você.

2. Colocar seu cartão abaixo do seu parceiro (203 pontos)

Novamente, a lógica por trás dessa regra não é muito difícil de seguir. Uma vez que, colocar seu cartão acima do seu cliente o tira de sua visão e parece que o cartão dele não é importante para você.

1. Ficar curvado até que as portas do elevador fechem completamente (220 pontos)

Em vez de apenas deixar seu cliente sozinho, você deve esperar até que o elevador chegue antes de se despedir. E termina com uma reverência profunda e respeitosa. Mas, se você quer impressionar bem seu cliente, tem que se curvar até as portas do elevador fechem.

Depois de um tempo no trabalho, a maioria das pessoas acaba diminuindo o tempo de reverência. Mas até que isso aconteça, você pode sentir um pouco de dor no pescoço ou na lombar.

Fonte: SoraNews24

Comentários

Share via