fbpx

5 línguas nativas que tem mais facilidade em aprender japonês

A empresa de games Active Gaming Media divulgou uma pesquisa interna de seus funcionários internacionais. 63% deles vindos de países estrangeiros em um total de 32 países diferentes.

Descubra que países e suas línguas nativas tiveram mais facilidade em aprender japonês e os motivos. Confira.

5. França

Nativos que falam francês tem um pouco mais de facilidade em aprender japonês. E isso pode ser explicado por alguns fatores.

A língua japonesa tem três tempos, passado, presente e futuro. Já o francês é dividido em oito tempos.

Assim como na língua francesa, o japonês não tem distinnção de artigos masculinos e femininos, singular, plural ou outra forma de conjugação.

4. Espanha

As vogais e pronúncias são quase iguais do espanhol. A língua basca comum na Espanha é bem similiar ao japonês. Alías, essa língua é considerada uma das mais difíceis.

3. Coréia do Sul

Na Coréia do Sul, os estudantes podem optar por aprender uma segunda língua e o japonês é quase sempre o escolhido.

A língua coreana e a japonesa tem uma gramática bem parecida. Os coreanos não tem vergonha em treinar logo no começo. Essa desenvoltura é essencial ao aprender qualquer língua.

2. Indonésia

A Indonésia tem uma taxa de pessoas que aprendem japonês mais altas do mundo. Além disso, sua população adora a cultura japonesa, portanto, aprender japonês é quase como um hobbie.

Leia também

Fatos fascinantes sobre a língua japonesa

O que você sabe sobre a língua japonesa? Teste seus conhecimentos básicos!

Palavras que nenhum professor de língua japonesa vai te ensinar

1. Mongólia

Em primeiro lugar, pessoas da Mongólia demonstram mais facilidade em aprender japonês.

A gramática é quase a mesma. Apesar disso, a pronúncia é bem diferente, mas isso não é um empecilho.

Eles são muito dedicados e passam horas estudando japonês e é outro diferencial importante para aprender qualquer língua. Muito trabalho duro e persistência.

Não deixe de se inscrever em nossa newsletter ou receber nossos artigos pelo messenger.

Comentários

Share via