Bebidas do Japão: conheça energéticos e vitamínicos

A oferta de bebidas do Japão para diferentes propósitos é bem vasta no país. Além da variedade em sabores que não encontramos em outros lugares, tem um tipo para cada problema.

Os energéticos e vitamínicos fazem muito sucesso por conta da rotina puxada dos japoneses. Confira uma pequena lista.

Toughtman V

Toughtman V – Yakult

Essa bebida é da Yakult e promete energia extra. Além disso, ela também tem vitaminas para revigorar o cansaço.

Tem vitamina B1, B2, B6 e niacina, além de extrato de ginseng e cera de abelha. A diferença para as outras é que ele não contém cafeína. Ótimo para quem tem restrições.

Tiovita

Tiovita
Tiovita

Essa bebida energética faz parte de uma linha completa Tiovita. Portanto, tem vários tipos disponíveis. A básica contém taurina, nicotinamida, vitamina B1, B2 e B6.

Esse energético vitamínico tem um sabor adocicado meio enjoativo, mas segundo relatos é eficiente em devolver energia.

Zena F0-I

Zena F0-I

Zena F0-I

Essa bebida japonesa é mais natural e balanceada. Tem ativos da cenoura, cistanche deserticola, taurina e vitaminas.

Esse é um suplemento vitamínico para aumentar a força e nutrição, mas não entra na classe dos energéticos. Ideal para combater a fadiga e o cansaço de um dia de passeio intenso.

S-Cup

S-cup
S-cup

Vendido desde 1963, a garrafinha de 100 ml tem taurina, vitamina B1, B2, B6, cafeína, niacina,
nicotinamida e carnitina. O gosto é frutado, gostoso de beber e bem eficiente em deixar acordado.

Essas foram apenas algumas opções da variedade que é imensa se tratando de energéticos e vitamínicos no Japão.

Ao contrário do que acontece no Brasil, essas bebidas japonesas não tem apenas cafeína e taurina, mas são combinadas a vitaminas para combater o cansaço e nutrir.

Leia também

Conheça 5 remédios naturais japoneses para combater a gripe

6 remédios japoneses que podem salvar sua viagem ao Japão

Quanto um cidadão japonês gasta em média com saúde no Japão?

Porém, como toda bebida energética é preciso dar uma olhada nos rótulos e ver a quantidade exata dos ingredientes antes de tomar. Por isso, recomendamos perguntar no local e tirar dúvidas. Essa lista é básica para saber a oferta e conhecer alguns tipos.

Basicamente, eles são classificados em dois tipos, drogas farmacêuticas e quasi-drugs. Todos da lista são do segundo tipo e são encontrados livremente em konbinis e lojas de conveniência do Japão.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via