NHK: Dieta aprova transmissão streaming online sem cobrança

Com a popularização dos serviços online de streaming, a Dieta japonesa aprovou uma lei que possibilitará a transmissão da rede japonesa NHK por dispositivos móveis.

O serviço será disponibilizado a partir de março de 2020 para transmitir o revezamento da tocha olimpíca.

Os japoneses poderão acompanhar o evento de seus smartphones e computadores simultaneamente a televisão sem gastar com fees ou taxas para ter acesso ao serviço.

Portanto, a lei obrigará a NHK a cobrir os custos das transmissões online.

NHK

fachada da empresa

Atualmente o sinal da rede está disponível por sinal de satélite, por tv a cabo, IPTV e por aplicativo.

A programação inclui 24 horas de programação com programas jornalísticos, variedades, música, estilo, lifestyle, cultura, esporte, turismo, educação, programas infantis, documentários e filmes.

Para contratar o serviço é preciso pagar uma taxa e contatar provedores de serviços locais. Além disso, segundo informações do Japan Times, a empresa não cobrará mais a taxa para novos assinantes a partir de outubro de 2020.

Leia também

Taxa mensal da NHK será obrigatória para portadores de celulares que recebem sinais de TV no Japão 

Shinkon-san Irasshai: talk show tem o mesmo apresentador desde 1971 

Entenda a polêmica de taxas e cobradores da emissora NHK no Japão

No Japão, quem possui aparelhos de televisão ou celular são obrigados a contratar a NHK.

A rede também distribui sua programação e sinal mundo a fora com o NHK World Premium. Alguns programas são transmitidos apenas em japonês e outros são bilíngues em inglês também.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via