Cerimônias religiosas: como é um funeral no Japão?

O funeral no Japão tem como características uma fusão das duas religiões do país. Do shinto a influência segue nos rituais. Do budismo crenças sobre o ciclo da morte, transição e cerimônias.

Conheceremos os aspectos básicos do que costuma acontecer depois que uma pessoa morre no Japão e não entraremos em detalhes sobre significados das cerimônias nesse artigo.

Funeral no Japão

99.82% dos mortos são cremados e não existe espaço para grandes cemitérios. Além disso, enterrar os restos mortais é bem caro. A média de preço de um funeral fica em torno dos 2 milhões de ienes.

Atualmente, não são todos os japoneses que podem arcar com todas as etapas de um funeral ou enterro adequado.

Urna

É muito comum terem covas comunitárias para pessoas da mesma família e as cinzas ficam em pequenos potes de cerâmica.

Túmulo no Japão

Tradicionalmente, os nomes de todos os integrantes já ficam gravados nas pedras do túmulo em vermelho. Se a pessoa morrer, apaga-se a cor.

Depois que a pessoa morre, uma pré cerimônia íntima é feita na residência da família, se possível.

Ela é colocada em seu futon uma última vez com gelo em sua volta, coberta e com um pano branco cobrindo seu rosto para passar a noite antes de seguir para o otsuya. É a hora para familiares próximos e vizinhos prestarem condolências.

Otsuya

prestando condolências

Otsuya é bem parecido com o velório. Normalmente um monge budista canta sutras, enquanto parentes e amigos acendem incensos enquanto o corpo fica disposto em um caixão.

Ososhiki

cerimônia funeral

É a parte das cerimônias e tem início um dia depois do Otsuya. A cerimônia Kokubetsushiki é a hora para prestar homenagens e oferecer conforto e respeito.

Por último, acontece a cremação conduzida apenas para familiares em uma pequena sala privativa.

O tempo de cremação demora uma hora e meia para o corpo de um adulto, 45 minutos para crianças e 15 minutos para recém-nascidos.

Depois, os familiares voltam a sala para recolher o resto dos ossos com hashis especiais para transferir para uma urna.

Restos da cremação

Esse ritual tem importância social e é significativo como parte importante do começo do luto.

Altar japonês
Butsudan

Os restos mortais podem ser divididos entre a família. Se não houver um túmulo, os restos ficarão guardados no butsudan, um altar para rezas e oferendas.

Okoden

Envelope okoden

Os convidados da cerimônia devem levar um envelope com dinheiro (goreizen) com quantias entre 3.000 a 30.000 ienes, dependendo do grau de proximidade com o falecido e família.

Oferecer flores não é comum. O okoden deve ser entregue depois de oferecer as condolências e prestar respeito ao morto.

Leia também

Ainu: confira curiosidades interessantes dos aborígenes do Japão 

Uma breve introdução ao shinto, a religião nativa do Japão

Diferenças entre shinto e budismo no Japão 

Portanto, pode ser entregue depois da cerimônia kokubetsushiki. Geralmente o envelope é entregue na recepção depois de escrever seu nome em um livro de registros.

Cada vez mais os japoneses optam por não fazer essas cerimônias por conta dos preços altos e falta de tempo.

Atualmente, existem alternativas mais baratas, menos suntuosas e rápidas no Japão para prestar condolências, cremar e enterrar.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via