Inejiro Asanuma: político assassinado por espada nos anos 60

Inejiro Asanuma foi um político do partido socialista no Japão e figura conhecida no meio por sua liderança. Seu assassinato foi gravado pela televisão em 12 de outubro de 1960.

Inejiro Asanuma

Político Asanuma

Nasceu em 1898, sua mãe morreu no parto e seu pai não resistiu a um câncer alguns anos depois.

Aos 30 anos entrou em um grupo do uyoku dantai de valores ultranacionalistas. Lutava contra o comunismo, marxismo e prezava pelos valores tradicionais japoneses.

Depois, sua personalidade gentil e ao mesmo tempo forte o fizeram popular no meio. Em 1936 foi eleito pela Dieta japonesa e representou o partido de direita por seis anos.

Porém, em 1942, começou a ter dúvidas. Estava desiludido com as derrotas militares.

A batalha de Midway

Batalha de Midway

Depois de seis meses aos ataques a Pearl Harbor, que deram início a entrada dos Estados Unidos na II guerra mundial, uma batalha aeronaval teve início e ficou conhecida como batalha de Midway.

Ocorreu de 4 a 7 de junho de 1942 e os planos do ataque surpresa dos japoneses foram interceptados e houve derrota do Japão.

Abalado por outros motivos também, desistiu de tentar a reeleição. Depois, com a derrota definitiva do país em 1945 se recolheu e decidiu entrar na política novamente pelo partido da esquerda.

O partido de Inejiro Asanuma apoiava o partido comunista chinês e tecia críticas abertas a relação dos Estados Unidos com o Japão no período pós-guerra.

A situação política do país ainda não tinha se recuperado totalmente e havia uma divisão entre esquerda e direita.

Dia do assassinato

Anasuma sendo atacado

 

No dia 12 de outubro de 1960, Asanuma, 60 anos, discursava no Hibiya Hall para 1.000 pessoas. A eleição para a Casa dos Representantes estava próxima e acontecia um debate. A expectativa girava em torno de sua candidatura.

Leia também

Mistério no Japão: saiba quais são os crimes não solucionados mais famosos e intrigantes 

Atsumi Yoshibuki: caso de turista desaparecida ainda alimenta mistérios

Descubra quem são os japoneses da Uyoku Dantai 

Foi quando um jovem de 17 anos chamado Otoya Yamaguchi entrou no palanque com uma espada samurai yorodoichi.

Otoya Yamaguchi era membro de um grupo uyoku dantai (Great Japan Patriotic Society) e lutavam contra o comunismo e a ocidentalização do país.

Seu nome chegou a ser divilgado incorretamente como Futaya por alguns periódicos internacionais.

Otoya Yamaguchi e espada
Otoya Yamaguchi e espada yoroidochi

O político foi atingido duas vezes, mas a perfuração na costela foi o responsável pela sua morte uma hora depois.

Anasuma sendo carregado

Após sua morte houve uma grande comoção e 15.000 pessoas exigiram que o chefe da polícia se demitisse. Houve um confronto onde 60 estudantes e 22 policiais acabaram feridos.

Fim de Otoya Yamaguchi

O garoto de 17 anos ultranacionalista foi para uma detenção juvenil. Em sua cela usou pasta de dente para fazer um tributo ao samurai Kusunoki Masashige.

“Sete vidas para o meu país. Vida longa a majestade imperial, o Imperador!”. Depois, usou os lençóis para se matar.

fotografia de Yusuchi Nagao

A foto mais conhecida e tornou-se icônica foi tirada pelo fotógrafo Yasushi Nagao e capturou segundos antes de Yamaguchi atingir o segundo golpe. Nagao recebeu o prêmio Pulitzer de fotografia em 1961.

O vídeo com o momento fatídico foi gravado pela NHK, transmitido e assistido milhões de vezes depois.

*Atenção: imagens fortes abaixo*

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via