Casamento no Japão: tendência da cerimônia cristã

Nos últimos anos, a tendência de casamento no Japão é a no estilo ocidental desde o final dos anos 90 e início dos anos 2000.

Por exemplo, a cada três cerimônias realizadas duas são cristãs, de acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Bridal Souken.

Apesar do Japão ser um país com uma população praticamente hegemônica na crença espiritual shinto e budista, aproximadamente, 1% da população é adepta do cristianismo.

No entanto, essas cerimônias não tem cunho religioso, mas apenas estético e financeiro. Muitos casais continuam com suas crenças.

Casamentos no Japão

Existe um cômico ditado popular do Japão moderno: “nascer como shinto, viver sem religião, casar como cristão e morrer budista”.

Existe uma série de motivos para os casais realizarem suas cerimônias de casamento no formato cristão.

Casamento

A primeira delas, é sem dúvidas, financeira. Afinal, casamentos realizados em santuários shinto são muito caros.

Muitos não podem ou não tem condições de se dar ao luxo. Outros preferem guardar esse dinheiro para a lua de mel ou outras despesas da vida conjunta.

Preços

Para se ter ideia, a cerimônia cristã (20 minutos) pode custar apenas JP¥ 10 mil (R$ 394,66*). Já os mais longos e elaborados custam em média JP¥ 50 mil (R$ 1.973,28*).

De qualquer forma, mesmo o casamento no estilo ocidental mais caro no Japão, é de longe muito mais acessível do que um shinto.

Cultura pop

Normalmente não é a fé o principal motivo da popularidade desse tipo de casamento no Japão. Além da questão financeira, razões estéticas predominam.

Casamento da princesa Diana

O casamento da princesa Diana com príncipe Charles em 1981 chamou a atenção de todo mundo, mas no Japão o impacto foi muito maior.

Enquanto a união real foi a maior influência para esse tipo no país, as animações de princesas encantadas da Disney apenas consolidaram a estética ocidental de matrimônio.

Casamento Cinderella

Kekkon Shiki

Kekkon Shiki é traduzido literalmente como cerimônia de casamento. No entanto, esse termo é conhecido no Japão como serviço de cerimônia de casamento.

Isso porque apesar do estilo ocidental, poucos são realizados dentro das poucas igrejas cristãs do país.

Capela de casamento no Japão

Normalmente são feitas em capelas e espaços próprios. Também podem ser reservados locais, como restaurantes e salões de eventos.

Dificilmente quem realiza a cerimônia é um padre ou um pastor protestante. Geralmente são pessoas contratadas pelas próprias empresas de casamento.

Embora sejam ditas algumas palavras utilizadas por padres, não tem praticamente nenhum aspecto religioso. É absolutamente focado no casal.

Leia também

Veja 3 erros que devem ser evitados ao ser convidado para um casamento japonês 

Por dentro da realidade dos casamentos falsos no Japão 

Celebrando a união: casamento no Japão 

O casamento de estética ocidental no Japão movimentou JP¥ 2.52 trilhões (U$22.95 bilhões*) em 2016.

Embora as cerimônias de união estejam diminuindo com o passar dos anos, a tendência é que essa indústria continue sendo o padrão da sociedade japonesa.

*Valores convertidos pelo aplicativo do Banco Central do Brasil em 25/08/2019.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via