Confira 5 motivos para escolher morar no interior do Japão

Nem todo mundo busca uma vida agitada e corrida. Por isso, confira algumas razões para abandonar as grandes cidades e morar no interior do Japão.

1. Fugir da hora do rush

Metrô na hora do rush

Embora o Japão possua um dos melhores sistemas de transporte público do mundo, depender dele no dia a dia das grandes cidades pode ser estressante.

Afinal, uma das profissões mais curiosas que o país possui é o de empurrar pessoas para dentro dos vagões de trem. Isso já diz o suficiente sobre como são os horários de pico.

Já as cidades e vilas do interior não enfrentam esse tipo de problema. Além disso, muitas oferecem trens e conexões com as regiões urbanas tornando fácil a locomoção.

Rodovia no Japão

No entanto, o carro acaba se tornando essencial para quem deseja morar em algumas regiões do interior, mas dificilmente haverá algum congestionamento nessas vias.

2. Ter mais conforto e espaço

Casa do interior

Com o declínio na taxa de natalidade, o envelhecimento da população e a evasão de jovens para as grandes cidades, há uma grande oferta de casas no interior.

Se você quer viver no Japão em uma casa com uma boa metragem com quintal e jardim, por exemplo, será muito difícil encontrá-las em lugares como Tokyo ou Kyoto.

Já no interior é muito mais fácil conseguir encontrar um bom imóvel espaçoso. Além disso, como a demanda é muito menor, será mais fácil.

Outro atrativo é o valor do aluguel e até mesmo da compra de um imóvel nas áreas mais afastadas. Em algumas regiões existe até incentivo do governo e das prefeituras locais.

3. Mais qualidade de vida

Vila no interior

Quem visita o Japão costuma ficar admirado com a limpeza das vias e locais públicos do país. Porém, a poluição ainda é um problema.

Por se tratar da terceira maior economia do mundo e ser um país altamente industrializado, a qualidade do ar não é tão boa quanto aparenta.

Ainda que diversas medidas contra a poluição tenham sido adotadas nos últimos 20 anos, as grandes cidades convivem diariamente com muitos carros e trânsito pesado.

Já no interior a qualidade do ar e o contato com a natureza são muito maiores e consequentemente a qualidade de vida acaba sendo superior.

4. Viver o espírito de comunidade e cultura

Muitos japoneses e estrangeiros residentes afirmam que a relação entre as pessoas nas grandes cidades é fria e distante.

É muito comum em cidades como Tokyo, por exemplo, que as pessoas não façam ideia de quem sejam seus vizinhos.

Vilas e pequenas cidades, por outro lado, tendem a ter um espírito de comunidade muito mais forte e laços de amizade diferentes das encontradas em regiões superpopulosas.

Embora não seja tão imediata a aceitação de estrangeiros vivendo nessas áreas, normalmente, com o tempo acontece.

A partir da aceitação, o convívio com a população local permite uma imersão muito maior na cultura japonesa e ter os benefícios de uma comunidade unida.

Leia também

Procurando um lar no Japão? More em Okutama, eles irão entregar casas novas para quem quiser se mudar 

Akiya: Japão enfrenta problemas com casas abandonadas, por isso os preços são mais baixos

Morar no Japão: diferenças entre morar no interior ou em metrópolis 

5. Comodidade na medida

As vilas e pequenas cidades do interior do Japão também estão equipadas com máquinas de vendas automáticas e konbinis.

Apesar de não haver tanta oferta como nos grandes centros urbanos há o suficiente para  abastecer a despensa e pagar contas.

Caso haja a necessidade de buscar algo além do oferecido basta pegar um trem e ir para um grande centro.

Se a região não possuir linhas férreas, basta dirigir até a estação mais próxima e deixar o carro estacionado se não quiser enfrentar o trânsito das grandes cidades.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via