Kabedon demonstra impulsividade e romantismo no flerte

Quem gosta de anime sabe bem o que é kabedon. Em um rápido impulso bater uma ou duas mãos na parede e surpreender outra pessoa contra a parede é normalmente visto como romântico no Japão.

Kabedon

Essa cena é comum nos animes e filmes para demonstrar interesse, frustração ou raiva. Kabedon é comumente desejado e faz parte da cultura do flerte.

Kabedon

O kabedon é usado para criar uma tensão amorosa e uma técnica retratada em programas de televisão, dramas e alvo de memes. Aparentemente o ato de ter uma pessoa dominando a situação em alguém vulnerável cria um clima.

Kabedon

A cultura do kabedon é tão forte que um café ofereceu a experiência em Harajuku.

Mr Kabe-don

A rede Morinaga criou uma ação em 2014 para lançar um produto novo (café de chocolate com caramelo) com um boneco em tamanho real e pele de silicone para fazer kabedon nas clientes.

A técnica de conquista ficou muito famosa através do shojo manga que tem como público alvo adolescentes. Faz parte da cultura pop e tendência.

O tipo de personalidade masculina de uma pessoa estilosa, de temperamento sensual e impulsivo é o tipo mais retratado pela mídia, animes e mangas. Por isso, acaba virando referência.

Leia também

Quem são os homens mais cobiçados, de acordo com as japonesas

Aprenda as etiquetas para um encontro no Japão

Superstição japonesa: conheça algumas curiosas envolvendo o amor

Para os apaixonados! Pontos turísticos perfeitos para encontros românticos em Tokyo

A fantasia é contrária do estereótipo da imagem passiva e acanhada, replicada através de filmes ocidentais do clichê do japonês tímido.

No Japão atrai fãs, mas também críticas ao relacionar uma certa agressividade e repressão ao momento amoroso. Ainda assim, é visto com leveza com toques de humor pela maioria das pessoas.

Kabedon aranha
Kabedon Spiderman

No Twitter e nas redes sociais circulam imagens de diferentes kabedons engraçados e é uma piada recorrente no Japão.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via