Cerimônia budista para lamentar e purificar feriados não aproveitados

Um templo budista realizará a cerimônia Yukyu Joka para lamentar e purificar os feriados não aproveitados no dia 23 de novembro, feriado de dia de ação de graças do trabalho no Japão.

51.1% da população não tirou seus feriados pagos em 2017, de acordo com dados do Ministério da saúde, trabalho e bem-estar.

Cerimônia Yukyu

O evento acontecerá em Tokyo e os japoneses farão kuyo para os feriados pagos não aproveitados. A cerimônia será conduzida pelo monge Takuro Sayama e serão feitas atividades para aumentar a conscientização e destacar a importância em tirar dias de folga.

300 lanternas receberão mensagens de pessoas arrependidas. Até o dia 15 de novembro eles aceitarão relatos no site oficial Yukyu Joka e escolherão algumas.

Além disso, algumas mensagens selecionadas serão projetados em uma lanterna de 2 metros. Elas representarão o espírito dos feriados não utilizados que serão purificados pelo monge.

Leia também

8 trabalhos mais populares para estrangeiros no Japão

Yoshiko Shinohara fez fortuna com ideia que revolucionou os contratos de trabalho

Premium Friday: campanha busca evitar morte por trabalho excessivo

A cerimônia budista será parecida com a que acontece com os objetos inanimados de sorte que são queimados ao final do ano.

O objetivo será mostrar arrependimento e livrar o peso da culpa desses trabalhadores que perderam eventos familiares ou tiveram suas vidas prejudicadas por trabalhar demais.

Por exemplo, uma mãe que adiou o aniversário de sua filha na escola por oito meses e um homem que perdeu o nascimento de seu filho está entre os relatos de japoneses no site.

Endereço: Prédio Tokyo Sankei Metro Square Flat. 1-7-2 Otemachi, Chiyoda-ku Tokyo.

Acontecerá nos dias 21 e 22 a partir das 18hs com término 21hs.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via