Governo já pensa em incentivos para criação de rede 6G no Japão

Segundo reportagem do Nikkei, o primeiro ministro Shinzo Abe tem planos para criar um fundo como parte de um pacote de estímulo econômico para desenvolver tecnologia que permita a criação da rede 6G no Japão.

Rede 6G sobreposta a 5G

Atualmente, o país se encontra em uma corrida para lançar a rede 5G em 2020, assim como a China e a Coreia do Sul.

Algumas empresas japonesas já estão pensando no futuro e esse tema já faz parte de suas pesquisas.

2 bilhões de ienes

Segundo especulações esse montante chegaria a 2 bilhões de ienes e seria apoiado pela Estatal de Desenvolvimento de Nova Energia e Tecnologia Industrial e seria um estímulo aos setores privados.

O plano é que a proposta já entre em vigor em abril de 2020 e dure pelos próximos três a cinco anos.

As empresas Sony, NTT e a Intel formaram uma parceria para trabalhar na rede de tecnologia 6G, segundo release enviado a imprensa e será viável em 2030.

Para isso, um dos objetivos será trabalhar em semi conductores mais avançados e na duração no tempo da bateria. A expectativa é que eles cheguem em tipos que durem até um ano com uma única recarga.

Leia também

Celulares no Japão encostados podem valer 2 trilhões de ienes

Celular no Japão: motivo dos japoneses darem preferência ao iPhone 

Pokeberu: último servidor de pager no Japão é desativado

Além disso, a NTT, por exemplo, já tem protótipos de chips que e economizam energia em comparação com os atuais e se adequaria melhor a tecnologia de rede 6G no Japão.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via