Governo paga parte do custo de carros elétricos para idosos

Nos últimos anos, acidentes de trânsito envolvendo idosos se tornou rotina nos noticiários e jornais japoneses. Com cada vez mais incidentes, o governo do Japão reagiu ao subsidiar carros elétricos para idosos produzidos pela Toyota e Nissan, segundo o Kyodo News.

Algumas campanhas promovidas pelo governo para que seniores deixassem de dirigir ajudaram, mas os carros são fundamentais para quem vive no interior e precisa do veículo para fazer compras, ir ao médico, visitar familiares, etc.

Investimento público

Nas próximas décadas o Japão abandonará os veículos movidos por combustão. Desde que a meta foi anunciada, montadoras do país passaram a investir no desenvolvimento de carros elétricos.

Embora já existam alguns em circulação no país, a aceitação do público e a transição para esse modelo deverá acontecer de forma gradual, já que ele custa mais caro.

Carro ficará mais barato

A partir de 2020 o Ministério da Economia, Comércio e Indústria injetará mais de 100 mil ienes na produção de cada veículo especial para os idosos para que eles se tornem mais acessíveis. Foram requisitados aproximadamente 20 bilhões de ienes para subsidiar esse projeto.

Modernos, compactos e limitados

Carro elétrico para idosos

Os novos carros elétricos ultracompactos para idosos desenvolvidos pelas grandes montadoras japonesas possuem um design moderno. Há modelos apenas para o condutor ou com dois lugares.

Esses carros são projetados para trajetos curtos. O modelo mais recente da Nissan que entrará no mercado nos próximos dias tem velocidade máxima de 60 km/h e autonomia de 100km.

Veículos elétricos com essas características são soluções ideais para o novo problema que está presente em todas as partes do país e que aumentará gradualmente nos próximos anos.

Leia também

Empresas oferecem descontos funerários para motoristas idosos do Japão que desistirem de sua licença para dirigir 

Japão está aos poucos dando adeus aos carros que usam gasolina 

Rede de ajuda a idosos no Japão dá o suporte para fazer compras 

Carro voador no Japão é testado pela empresa NEC 

Até novembro de 2019 aproximadamente 10 mil carros elétricos ultracompactos foram vendidos no Japão, uma demanda ainda muito baixa.

Com o governo japonês dando suporte ao projeto, as vendas deverão aumentar nos próximos anos.

Leis

As atuai leis de trânsito do Japão limitam os modelos ultracompactos a circularem em um número bem restrito de vias.

Mas para tornar o carro mais atrativo e competitivo, o Ministério dos Transporte afirmou que deixará a legislação mais relaxada para que esses veículos possam circular na maioria das vias do país já no próximo ano fiscal (2020).

Com os subsídios, o governo do Japão espera conseguir manter a autonomia dos idosos com carros mais seguros, acelerar sua agenda ambiental, movimentar o mercado e garantir menos acidentes de trânsito.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via