Okiagari Koboshi: símbolo de resistência, sorte e ótima lembrancinha

O okiagari koboshi tem um sistema parecido com o boneco joão bobo do Brasil. Mesmo que empurre, ele não cai. Saiba mais.

Okiagari Koboshi

Considerado símbolo de persistência, resistência e resiliência, esse boneco é ligado a sorte e um artesanato com raízes em Fukushima em Aizu.

Dois bonecos de Aizu
Okiagari de Aizu

Tornou-se um brinquedo para criança muito popular e é comum comprar um okiagari koboshi todo começo de ano para cada membro da família com um adicional para ficar na casa.

Amuleto pessoal

Oferece sorte para conquistar novos objetivos e as pessoas o usam como amuleto pessoal, pois cabe na bolsa ou mochila.

360 graus do boneco okiagari

Por não cair nunca representa a resiliência dos japoneses quanto as adversidades da vida e é um símbolo muito forte em Fukushima.

Acredita-se que a confecção desse boneco tenha começado há 400 anos. O lorde feudal Ujisato Gamo encomendou alguns para vender no ano novo.

Bonecos antigos

Não se sabe de onde ele tirou a ideia, mas na Ucrânia, o boneco Ivan é bem parecido, na Rússia tem o nevaliashka e a China também tem um.

O costume dos bonecos perdurou e até os dias de hoje são vendidos nas feiras em Aizu. Também são oferendas comuns em templos shinto no ano novo e ainda podem ser encontrados em outras regiões do país.

Leia também

Ushi no Koku Mairi: maldição mais famosa do Japão

Conheça 10 tipos de bonecas tradicionais do Japão 

Teru Teru Bozu: o boneco que espanta a chuva 

O okiagari koboshi tradicional é feito de uma mistura de papel washi, giz e cola. Para pintar usam tinta a óleo.

Além disso, ele deve ser bem pequeno e deve caber na palma da mão. Comumente tem 6 cm de altura e pesa menos de 60 gramas.

Pintando os bonecos

No Japão é possível encontrar esse boneco de diferentes padronagens. No entanto, a única regra é o seu formato que faz com que seu centro gravitacional sempre volte ao lugar e não caia. Além disso, é uma ótima lembrancinha para dar de presente.

Três bonecos okiagari do Studio Ghibli

Gostou do artigo? Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via