Revista The Big Issue Japan ajuda e dá ofício para homeless

A revista The Big Issue Japan é um projeto originário da Inglaterra com uma proposta para ajudar moradores de rua. Está no país desde 2003 e oferece um ofício para quem não tem onde morar.

No entanto, o valor não é alto, mas é um incentivo para sair dessa situação, além de servir para que as pessoas voltem a socializar e aprendam um trabalho novo.

Como funciona

O valor de revenda é de 350 ienes. As dez primeiras unidades são de cortesia e cada cópia custa 170 ienes, enquanto a comissão é de 180 ienes para os homeless. Atualmente existem 110 vendedores que atuam em 12 prefeituras.

Em Osaka, estudantes estão vivenciando a realidade dos moradores de rua que vendem a revista. O objetivo é dar um novo olhar para essa geração.

Do outro lado

Segundo Koichi Yoshida representante da The Big Issue Japan, as pessoas estão acostumadas a ignorar os vendedores e estar na posição contrária é benéfico para conscientizar e criar empatia.

Em 2019, dez estudantes em três grupos da Wako High School aceitaram participar do programa. Eles ouviram as histórias dos homeless e foram para a rua juntos com um professor.

Leia também

Quem são os homeless, os moradores de rua do Japão

Fotos de pessoas morando em espaços muito pequenos no Japão impressionam

O impacto social com o aumento de 10% dos impostos no Japão

Hisao Hane, 45 anos, é um homeless que tinha problemas em sua família e por isso saiu de casa. Sozinho, não conseguiu emprego e eventualmente foi parar na rua.

Ajudou os estudantes com dicas de venda e contou seu desejo em ajudar pessoas para que os jovens da nova geração não passem o mesmo que ele.

estudantes ofertando a revista nas ruas do Japão

A revista The Big Issue Japan já vendeu mais de 300.000 cópias e é lançada a cada duas semanas. Tem seções de entretenimento, assuntos domésticos e notícias internacionais. O público é de jovens formadores de opinião, 65% são mulheres e 60% tem entre 20 a 40 anos.

Vendedor da The Big Issue Japan

A maioria dos homeless no Japão tem mais de 56 anos e não conseguem se recolocar no mercado de trabalho, muitos são sozinhos e não tem parentes com quem contar. Carregados de culpa não buscam ajuda do governo e a revista se torna um estímulo essencial para alguns.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via