Conheça 14 motivos para você não gostar do Japão, ou justamente por esses motivos achá-lo ainda mais interessante e agradável.

1 – Terremotos e tsunami

Cerca de 20% dos grandes terremotos do mundo (com magnitude 6 ou mais) acontecem no Japão. O Japão é provavelmente o país mais resistente a terremotos do mundo, isso se deve aos projetos de engenharia. Mesmo assim, nada pode ser completamente seguro em um grande terremoto.

Alguns estrangeiros acham até, que os terremotos pequenos e moderados, quase que podem ser uma experiência interessante, isso não significa agradável, mas sim, adaptável.

Namazu, o mítico peixe-gato gigante que causa terremotos

Em um ano tranquilo, ocorrem cerca de 3 a 4 terremotos visíveis em Tóquio. Mas, quando acontece um grande abalo sísmico, como o trágico Terremoto Tohoku, em 2011, a área pode sofrer cerca de 100 terremotos menores.

2 – Reservar uma mesa com a bolsa ou carteira

No Japão as pessoas reservam uma mesa em restaurantes e cafés deixando objetos sobre a mesa ou assento.

Isso pode parecer loucura quando não se está acostumado com isso. No entanto, é um costume local bem conhecido.

O Japão é tão seguro que as pessoas às vezes usam a sua carteira ou bolsa para essa finalidade.

Isso não quer dizer que as bolsas não são roubadas no Japão. Mas, geralmente os ladrões não estão em busca de cartões de crédito e pouco dinheiro. Eles costumam atacar funcionários de lojas que estão com grandes depósitos bancários do dia.

3 – Últimos trens

Muitas pessoas pensam que as grandes cidades japonesas, como Tóquio e Osaka, são cidades de 24 horas, e elas são. No entanto, os trens não funcionam depois de um certo horário da noite.

Por isso, se você estiver longe de seu hotel, é importante ficar atento ao horário do último trem. No Japão, os táxis são muito caros.

4 – Nerds demais

A cultura pop otaku do Japão atrai nerds de longas distâncias do mundo.

5 – Yukata e o espanto

Se você for a um festival de verão no Japão, perceberá que todos costumam usar o Yukata. E se você não estiver usando o Yukata, poderá se sentir como quando você é a única pessoa de uma festa à fantasia que não está fantasiada.

Yukata são fáceis de se comprar. Porém, se você não estiver usando da maneira correta, irão te olhar com espanto.

6 – Tudo é muito fofo

Nos últimos anos, o estilo kawaii tornou-se a estética japonesa mais popular. Haja fofura!

7 – Portas do táxi

No Japão, as portas do táxi abrem e fecham automaticamente e os motoristas ficam irritados se você tentar abrir ou fechar a porta sozinho.

8 – Perigo das pantufas

Quando você entra em uma casa japonesa ou em um quarto com pisos tradicionais de tatami você precisa retirar seus sapatos e muitas vezes serão fornecidos chinelos para você usar nestes espaços.

Mas, quando você vai ao banheiro é necessário trocar de chinelos (para um chinelo especial só para o banheiro).

O perigo é não se lembrar de destrocar os chinelos ao sair do banheiro. Usar chinelos para banheiro fora do banheiro, é umas das situações mais embaraçosas que pode ocorrer com você no Japão.

9 – Todos saem de férias ao mesmo tempo

O Japão tem mais feriados do que qualquer outro país e muitos destes são mega feriados, quando os negócios no país praticamente param e todo mundo sai de férias.

Mega feriados podem ser o Ano Novo, a Golden Week, o Obon e em alguns anos, a Silver Week.

Errado seria dizer que estes são os melhores momentos para viajar pelo Japão. Pois, tudo fica mais cheio e mais caro.

10 – Todo mundo é magro

Ao ir às compras no Japão, você vai perceber rapidamente que os tamanhos das roupas são diferentes. As populações japonesas são as populações mais magras das nações do G20,ou seja, com a menor taxa de obesidade. E a principal explicação para isso é a dieta japonesa.

11 – Fantasmas japoneses

Os fantasmas japoneses são realmente muito assustadores.

12 – Sem gorjetas

No Japão, você não deve dar gorjetas. Alguns estrangeiros que possuem este hábito, aprendem a gostar disso.

A maioria dos funcionários japoneses consideram as gorjetas uma prática humilhante e você perceberá rapidamente que a falta de gorjetas não altera o nível do serviço.

13 – Macarrão barulhento

De acordo com os modos japoneses, é totalmente aceitável fazer barulho enquanto se come pratos como ramen, udon e soba, entre outros. Portanto, se os seus colegas japoneses fizerem um barulho alto ao comerem você também pode aproveitar!

14 – Baka gaijin

Baka gaijin (馬鹿 外人) significa “estrangeiro estúpido”. Os japoneses não costumam dizer muito isso. Esse termo é muito mais usado pelos gaijin (estrangeiros) para explicar o comportamento de alguns de seus compatriotas.

Por exemplo, alguns estrangeiros podem se queixar constantemente do Japão, de forma intolerante e inconveniente.

Portanto, se você encontrar um baka gaijin, mantenha uma certa distância, ou como os próprios estrangeiros no Japão alertam, eles podem em algum momento interferir no prazer de sua viagem.

Continua gostando do Japão, ou gostou mais ainda?

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários