No Japão, ser convidado para ir à casa de alguém é considerado uma grande honra. Mas também, ser convidado para ir à uma casa japonesa pode ser uma posição desafiadora, se você não estiver preparado.

Então, leia estas dicas para evitar enganos!

Leia também:

Convidado para uma casa japonesa?

Se você vive no Japão há muito tempo, talvez já tenha passado por essa experiência e certamente ainda se lembra da sua primeira visita deste tipo.

Se você ainda não passou por esta experiência, é recomendado seguir essas dicas. Para se aproximar o máximo possível das tradições e costumes japoneses:

  • Leve um pequeno presente ou “omiyage”. Não precisa ser muito extravagante. Bebidas, chocolates ou qualquer lembrança típica do seu país pode ser um bom presente.

Não é costume no Japão abrir os presentes imediatamente. Então, se os anfitriões derem um presente para você, como um gesto receptivo de cortesia, não o desembrulhe imediatamente, pode ser considerada uma curiosidade excessiva.

  • Chegue na hora marcada. Muitas pessoas também aconselham você a tocar a campainha após ter retirado o casaco.

Os japoneses dizem olá, adeus e expressam gratidão curvando-se no lugar do aperto de mão. É recomendado que você se curve como eles.

  • Não entre na casa com seus sapatos. Esta é uma das poucas regras para as quais o japonês não fazem exceção nem para estrangeiros. Os chinelos são geralmente fornecidos no hall de entrada.

Como e onde se sentar

Hoje em dia, é mais provável que seja levado à uma mesa e uma cadeira, como em qualquer país ocidental.

No entanto, algumas casas japonesas muito tradicionais podem ter zabuton (almofada de chão). Nesse caso, você experimentará sentar-se na postura seiza, ou seja, sentar sobre suas pernas dobradas.

Se você tiver a sorte de ver a mesa e a cadeira, então não precisará de instruções importantes. Os anfitriões, geralmente, escolherão um lugar específico para você.

Caso contrário, escolha o assento mais próximo da porta. Depois de sentar, você pode agradecer o convite.

Modos à mesa

É comum começar a refeição com a frase “Itadakimasu” (recebo com gratidão).

Normalmente, em mesas japonesas há muitos pratos pequenos sem nenhuma ordem específica a seguir. Mas se você não tem certeza de por onde começar, você pode pedir ao seu anfitrião para te ajudar. Ficarão felizes em ajudá-lo.

  • Ao comer nas pequenas tigelas, a maneira correta é pegar a tigela com a mão e levá-la perto da boca quando for comer.
  • No entanto, os tipos maiores de pratos, geralmente, não devem ser retirados da mesa.
  • Esvaziar seus pratos até o último grão de arroz é considerado uma boa maneira.
  • Depois de terminar sua refeição, coloque seus pauzinhos no descanso de pauzinhos ou no suporte de papel.
  • Conclua a refeição com a frase “Gochisõsama deshita” que expressa gratidão.
  • A cultura japonesa é muito tranquila e pacífica, e eles não se importam com curtos períodos de silêncio no meio da conversa. Não se surpreenda se isso acontecer durante a sua visita.

Beber é sempre divertido, mas, espere, no Japão está cheio de regras:

  • Não comece a beber até que todos na mesa tenham uma bebida e para a saudação é dito “Kampai”.
  • Ao beber bebidas alcoólicas, é costume servir-se mutuamente. Não sirva sua própria bebida.
  • Se você não bebe álcool, não é descortês dizer isso e solicitar outras bebidas.
  • O chá quente ou frio é muito comum em refeições japonesas.

Antes de sair:

Toda situação é diferente, então não há uma determinada regra a seguir ao sair. Então, use seu melhor julgamento.

  • Uma vez que o convidado decide sair, pode dizer “Soro soro oitomasasete itadakimasu” o que significa, de forma muito educada, que é hora de ir.
  • Depois de calçar seus sapatos, será acompanhado até lá fora, onde você irá despedir-se.
  • Uma maneira muito agradável de agradecer o convite e a comida seria dizer: “Honjitsu wa gochisou ni narimashita, arigatou gozaimashita” ou “Gochisou ni narimashita”.
  • À medida que você se inclina, também pode dizer “Kongo mo douzo yoroshiku onegaishimasu”, o que significa que você espera que continue com este bom relacionamento. Depois disso, sinta-se à vontade para se afastar.

É sempre bom evitar gafes e constrangimentos como convidado, concordam?

Fonte: Taiken

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários