3 problemas sociais do Japão considerados alarmantes

A maioria das pessoas pensam que o Japão é um país muito tranquilo e que, realmente, não possui problemas como o desemprego, a pobreza ou o abuso de drogas.

De fato, isso tudo é verdade. No entanto, existem alguns problemas sociais sérios que o Japão não está conseguindo mais controlar. Conheça três deles.

Leia também:

1. Envelhecimento da População

Retina pixta 8207393 s

Isso ocorre, principalmente, porque os japoneses são muito saudáveis. Portanto, o envelhecimento da população está cada vez aumentando mais.

A taxa de pessoas com mais de 65 anos já é de 25,1%. Um quarto da população do Japão é de idosos.

Calcula-se que a porcentagem dos idosos, com mais de 65 anos, será de 40% em 2060.

O maior problema do envelhecimento da população é a previdência social. O Japão possui um bom sistema de previdência social, que inclui seguro de saúde, pensão e moradia para os idosos.

No entanto, esses sistemas já começaram a desmoronar porque existem muitas pessoas que dependem deles.

2. Queda da taxa de natalidade

Retina pixta 18217655 s

 

Para agravar mais ainda o envelhecimento da população, no Japão, a queda da taxa de natalidade é bastante alarmante.

A taxa de natalidade total do país é de cerca de 1,4. Isso significa que nascem apenas 14 crianças a cada 10 casais.

Se o Japão mantiver esta taxa, cerca de 32% da população desaparecerá em 50 anos.

O motivo da queda da taxa de natalidade também é diversificado, mas a principal causa é que menos pessoas estão se casando em comparação ao passado.

Os valores pessoais e familiares, além do estilo de vida dos japoneses têm mudado muito.

Mesmo os casados ​​não têm mais do que dois filhos. Porque o custo para mantê-los aumenta muito mais.

3. Suicídio

Retina shutterstock 260998763

Embora tenha diminuído nos últimos anos, a taxa de suicídio do Japão ainda é extremamente alta.Cerca de 65 pessoas se suicidam todos os dias no Japão. Há muitas causas para isso, como a doença, por exemplo.

Devido aos bons cuidados com a saúde, as pessoas podem viver por muito tempo mesmo quando recebem um diagnóstico médico de doença incurável. Para muitos no entanto, isso é como viver no inferno estando vivo.

E até mesmo muitos estudantes se suicidam devido à pressão dos estudos.

As formas como esta pessoas buscam a morte varia muito, como o enforcamento, gás, veneno ou salto de lugares altos.É muito triste e alarmante, concordam?

Fonte: Wasa-bi

Comentários

Share via