Conheça 7 superstições japonesas interessantes: descubra o que dá boa sorte e azar

A superstição é uma crença em presságios e sinais, porém, sem uma base científica que ratifique tais suposições.

Muitas das superstições japonesas são baseadas no shintô e budismo, ambas muito fortes no país e cada uma com sua riqueza única.

Conheça nesse post, 7 superstições muito interessantes que fazem parte da cultura nipônica.

1. Objetos inanimados têm espírito

Bicho de pelúcia

A crença baseada no shintô diz que tudo possui uma alma e o budismo tem uma visão parecida sobre o tema.

No Japão, há muitas histórias sobre bonecos e outros objetos inanimados que acabam ganhando vida.

Por isso, para descartar objetos pessoais, as pessoas as levam a cerimoni Ningyo Kuyo, e lá objetos pessoais de pessoas falecidas são queimados, jogar no lixo poderia trazer má sorte.

2. Pele de cobra, boa fortuna

pele de cobra

O único lugar onde uma serpente é considerada como má sorte, é na tradição judaico-cristã. Para boa parte da cultura oriental, a serpente, apesar de ser rastejante, é capaz de se elevar.

O shintô considera a serpente como um animal sagrado, ter pele de serpente na carteira, trará boa fortuna na vida do dono.

3. Roupa no varal? Só de dia

varal

Segundo as tradições shintô, as roupas de uma pessoa carregam consigo seu espírito, por isso, estender as roupas no varal à noite, pode atrair espíritos mal intencionados que assombrarão a roupa, ou melhor dizendo, seu dono.

Leia também:

4. Não escreva nomes com a cor vermelha

nome em vermelho

No Japão, é considerado mau agouro escrever nomes com a cor vermelha. Nos túmulos japoneses (bohi-mei), os nomes dos familiares vivos são escritos em preto, os que morreram, em vermelho.

Essa prática é recorrente em toda sociedade, inclusive na vida profissional, portanto, quando for para o Japão, não esqueça de levar caneta preta ou azul.

5. Folha da sorte

folha no chá

Se uma folha cair em sua xícara de chá e ela flutuar em pé, é considerado um evento raro. Os japoneses acreditam que é um sinal de boa sorte e boa fortuna.

6. Sem faxina no ano novo

limpeza

Para os japoneses, o ano novo é uma data sagrada. Segundo as tradições shintô, o ano novo é a data em que se recebe os deuses e suas bençãos em sua casa.

Por isso, limpar a casa no dia do ano novo significa afastar os deuses e as bençãos por um ano inteiro.

7. Orelha da sorte

Shichi Fukujin

Todos os Shichi Fukujin (7 deuses da fortuna shintô) são representados com grandes lóbulos das orelhas.

Para os japoneses, aqueles que têm lóbulos das orelhas grandes, são bem afortunados,  como os deuses.

Share via