Mulheres inspiradoras que marcaram história no Japão

Toda nação possui mulheres que são lembradas pelo impacto que tiveram em seu país. Com o Japão não é diferente. Vamos dar uma volta pela história a partir do ano de 1863 até os tempos modernos e conferir algumas das mais valentes, inovadoras e inspiradoras mulheres japonesas de todos os tempos!

1 – Toshiko Kishida (1863-1901)

Toshiko Kishida
(Crédito: In Your Face Women)

Toshiko Kishida foi uma das primeiras feministas japonesas. Ela viajou pelo país durante o período Meiji, com o objetivo de discursar em favor dos direitos das mulheres. Motivo pela qual foi presa várias vezes.

Uma das suas citações mais conhecidas é “Se é verdade que os homens são melhores do que as mulheres porque são mais fortes, por que os nossos lutadores de sumo não estão no governo?”

2 –  Ichiyo Higuchi (1872-1896)

Ichiyo Higuchi
(Crédito: Divulgação)

Ichiyo Higuchi, pseudônimo de Natsuko Higuchi, foi uma proeminente escritora japonesa durante o período de Meiji. Poeta e romancista especialista em contos, suas histórias eram focadas nas paixões das mulheres e dos pobres.

Embora tenha morrido jovem (aos 24 anos), as obras de Higuchi trouxeram seu reconhecimento como a primeira mulher escritora da era moderna. Desde 2004, seu rosto estampa as notas de 5000 yen.

3 – Shidzue Kato (1897-2001)

Shidzue Kato
(Crédito: Divulgação)

Shidzue Kato foi uma grande feminista do Japão. Ela lutou pelos direitos de reprodução da mulher e pelo sufrágio feminino. Inspirada pela feminista americana Margaret Sanger, Kato a convidou para o Japão e atuou como intérprete em vários passeios promovendo o controle de natalidade feminino.

Quando as mulheres japonesas finalmente ganharam o direito de votar em 1946, Kato tornou-se a primeira mulher eleita para a “National Diet” (legislatura bicameral do Japão). Durante este período, ela apoiou a legalização do aborto e a maior participação das mulheres no governo. Muitas das partes mais progressivas da lei japonesa são diretamente atribuíveis a ela. Esta figura resiliente viveu até 104 anos.

4 – Toshiko Yuasa (1909-1980)

Toshiko Yuasa
(Crédito: Wikimedia Commons)

Toshiko Yuasa foi a primeira mulher física do Japão. Ela estudou em Paris onde trabalhou com Frédéric Joliot-Curie na área de radioatividade. Mais tarde, em Berlim, ela desenvolveu seu próprio espectrômetro de raio-beta. Quado foi forçada a retornar ao Japão em 1945, Yuasa carregou seu espectrômetro amarrado às costas.

Ela morreu de câncer aos 70 anos de idade. À Yuasa foi conferida, postumamente, a “Order of the Precious Crown of the Third Class” (Ordem da Coroa Preciosa da Terceira Classe, uma condecoração japonesa). Em 2002, a Ochanomizu University (Tokyo) introduziu o Prêmio Toshiko Yuasa, um patrocínio para que jovens mulheres cientistas possam viajar à França para estudos.

5 – Hibari Misora (1937-1989)

Hibari Misora
(Crédito: Divulgação)

Misora Hibari foi a maior expressão feminina do Enka (estilo musical japonês), atriz e ícone cultural do pós-guerra. Seu nome real era Kazue Kato. Misora ​​gravou mais de 1.000 músicas, entre elas “Kawa no Nagare no Youni” que foi votada como a melhor música japonesa de todos os tempos por mais de 10 milhões de pessoas em uma pesquisa feita pela emissora NHK.

Misora foi a primeira mulher a receber o “People’s Honour Award” (Prêmio de Honra do Povo) pelo primeiro ministro. Ela também recebeu uma Medalha de Honra do governo japonês por suas contribuições para a cena musical japonesa e para o bem-estar público, inspirando pessoas e dando-lhes esperança após a Segunda Guerra Mundial. Homenagens e concertos memoriais ainda são realizados no Japão ao vivo, na TV e no rádio.

6 – Hanae Mori (ano de 1926)

Hanae Mori
(Crédito: Divulgação)

Hanae Mori é uma designer de moda do Japão. Ela é a primeira e única mulher japonesa a ter suas coleções apresentadas nas pistas de Paris e Nova York. Ela também é a única mulher asiática a ter sua casa de moda (aberta em 1951) reconhecida como alta costura pela Federação Francesa da Moda. Mori apoia jovens designers através da Fundação Hanae Mori.

Leia também:

7 – Chiaki Mukai (ano de 1952)

Chiaki Mukai
(Crédito: Divulgação)

Chiaki Mukai é astronauta e médica especializada em cirurgia cardiovascular. Ela é a primeira mulher astronauta do Japão e a primeira a voar para o espaço em 1994. Depois de uma segunda missão em 1998, ela também se tornou a primeira pessoa japonesa a participar de dois vôos espaciais.

8 – Sadako Ogata (ano de 1927)

Sadako Ogata
(Crédito: Divulgação)

Sadako Ogata é uma professora universitária e diplomata japonesa. Entre 1991 e 2001, ela foi presidente da Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados. Ela também atuou como presidente da Agência Japonesa de Cooperação Internacional entre 2003 e 2012. Além disso, Ogata já foi presidente do Conselho Executivo da UNICEF e presidente do Japan International Cooperation Agency (JICA).

Ogata já ganhou o “Indira Gandhi Prize” (Prêmio Indira Gandhi) e o “J. William Fulbright Prize for International Understanding” (Prêmio J. William Fulbright pela Compreensão Internacional). Ela é reconhecida pela sua dedicação aos direitos humanos e pela compaixão pelos vulneráveis ​​e menos privilegiados.

 

Quem é sua mulher favorita na história japonesa?

Fonte: The Culture Trip, Japan Info, Sora News 24

Comentários

Share via