Saiba como o Japão estimula a independência das crianças

“Educai as crianças, para que não seja necessário punir os homens”. O emblemático pensamento do filósofo e matemático grego, Pitágoras de Samos, poderia fazer parte da cultura do Japão.

Desde muito cedo, as crianças japonesas são educadas a ir para escola sozinhas, fazer a limpeza e servir comida para os colegas para ensiná-las valores como responsabilidade e independência.

Leia também:

O início da jornada

A partir dos 5 ou 6 anos de idade, a criança já começa a preparação para poder ir sozinha para a escola.

Ela aprende o caminho correto com seus pais, regras básicas de trânsito, a reconhecer as lojas pelo caminho, assim como donos e funcionários.

A maioria dos pequenos faz o trajeto a pé, é raro ver casos em que o transporte público é necessário. Apenas 1,7% das crianças utiliza ônibus e metrô.

Sociedade unida

Durante o trajeto, voluntários ficam espalhados pelo caminho e existem casas e lojas de apoio.

As pessoas estão acostumadas a ver os pequenos irem para a escola, existe um sentimento de união, em que qualquer membro da comunidade possa ajudá-los se for preciso. A união fortalece os laços de confiança e de respeito entre eles.

Com certeza, estes pontos da educação japonesa contribuem para formar adultos mais conscientes, independentes e responsáveis. Passou a infância no Japão? Não deixe de comentar.

Comentários

Share via