Funcionário de konbini impede um roubo usando espada de madeira e pose de luta

“Eu tenho que te dizer que possuo o primeiro dan“, o funcionário da konbini informou ao ladrão.

Saiba mais sobre este ato de coragem!

Leia também:

Espada de madeira

O atendimento ao cliente no Japão é realmente incrível. Um exemplo disso ocorreu no dia 16 de outubro, por volta das 4 da manhã. Um homem entrou em uma loja de conveniência (kombini) da rede Circle K, na cidade Shizuoka.

Um atento balconista que trabalhava neste momento, percebeu que o homem estava usando uma máscara de esqui e carregando um bastão. Antecipando suas necessidades, o funcionário perguntou “Você está aqui por causa do nosso dinheiro?”. O homem, mantendo o diálogo cordial, respondeu “Acertou”.

É claro que, mesmo no Japão, existe um limite para os negócios. E, entregar o dinheiro do roubo, vai depender da abordagem do ladrão, educadamente ou não. Pelo visto, as conveniências da rede Circle K estão preparadas para isso.

Então, em resposta, o funcionário pegou um bokuto, uma espada de madeira para treinamento, e o manteve empunhado.

▼ Bokuto

Enquanto assumia sua posição de luta, o funcionário informou cuidadosamente ao ladrão “Eu tenho que te dizer que possuo o primeiro dan em kendo”.

Ele quis dizer ao ladrão que havia progredido para o primeiro nível das avaliações de certificação superior, na disciplina tradicional japonesa de luta com espadas.

Ao mesmo tempo, o funcionário apertou o botão de alarme. Não querendo ir contra um treinado artista marcial mais a polícia que já estava a caminho, o ladão optou por fugir da cena. Nem ao menos roubou uma única bola de onigiri.

▼ A loja onde ocorreu o incidente.

Heroico funcionário de konbini

Embora não tenha ocorrido nada além disso, o funcionário foi louvado por muitos comentaristas da TV e online, por sua gentileza e grandeza.

Na verdade, é uma pena que o Circle K seja uma das redes de conveniência menos bem sucedidas do Japão. No entanto, para a maioria dos japoneses, se um dia a rede deixar de existir, talvez o heroico funcionário possa trabalhar como um guarda-costas samurai.

Ele tem futuro. Vocês concordam?

Fontes: TV Asahi , YouTube/SBSnews6 via Hachima Kiko/SoraNews24
Imagem principal: PhotoAC/kagayakuhana
Imagem: Wikipedia/Worldantiques

Comentários

Share via