Se locomover pelo Japão é bem fácil, já que o país tem uma das maiores malhas ferrovíárias do mundo, é possível visitar quase todos as cidades usando apenas metrô, trem e shinkasens. Para economizar em sua viagem ao Japão, veja três dicas.

1.Seishun 10 Kippu

Seishun 10 Kippu

O Seishun é um tipo de passe especial que permite viajar livremente pelos trens do grupo JR Group Railways. Qualquer pessoa pode comprá-lo e um passe equivale a 5 créditos, custa em média 11,850 ienes. Os créditos possibilitam que a pessoa use os trens quantas vezes quiser durante um dia inteiro. Portanto se você quiser usá-lo sozinho, poderá usar o passe durante cinco dias.

O legal é que dá para compartilhar o bilhete também, por exemplo, cinco pessoas podem usar os cinco créditos de um único bilhete para viajarem por um dia livremente nos trens do JR Group.

É preciso ficar atento com os períodos de validação, os passes são vendidos no começos dos meses de março até o início de abril, final de julho até o começo de setembro, começo de dezembro até o início de janeiro. Estes períodos são os meses em que os japoneses mais viajam e coincidem com o começo do ano letivo japonês. É muito usado por jovens.

2.Ônibus de viagem

ônibus de viagem Japão

Além dos shinkansens, os ônibus de viagens são uma ótima opção para ir de cidade em cidade. Os preços são bem razoáveis, dependendo da época do ano. Em temporadas menos cheias uma passagem pode custar em média 3,000 ienes.

Leia também:

3.Aluguel de bicicleta

Aluguel de bicicleta Japão

Locais que aluguem bicicletas estão espalhados pelo Japão, não será difícil encontrar um. É ideal para andar pelas cidades, sem precisar usar táxi, metrô ou trem. Em algumas áreas o aluguel de uma bicicleta para um dia inteiro pode custar em média 500 ienes.

Qual a melhor forma que vocês encontraram para economizar em transporte quando foram ao Japão?

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários