Muita gente possui a vontade fazer uma viagem de turismo ao Japão e as dúvidas mais comuns podem ser em relação ao custo e ao visto, fora as diferenças culturais, com regras de etiqueta e língua.

Aliás, já falamos aqui no blog sobre como tirar o visto, relembre: Visto para o Japão: Um guia rápido e prático

Nesse post, falaremos sobre os possíveis valores da viagem ao Japão, mas tenha em mente que os preços não são exatos, já que eles podem mudar de acordo com a sazonalidade e mudanças nas tabelas de preço dos serviços.

Não iremos falar sobre o valor de passagens aéreas, já que ela pode variar muito de pessoa para pessoa. Hoje em dia, é possível usar milhas acumuladas e dependendo do local de partida, esse valor pode mudar drasticamente.

Custo médio por dia

Levando em consideração todos esses pontos, o preço médio para uma viagem confortável pode ser entre 8,000 (R$234,32) a 10,000 (R$292,90) ienes para um adulto por dia, isso para sair, comer e fazer compras básicas, sem contar a hospedagem.

Depende de quanto dinheiro estiver disponível também, se o seu foco não for visitar um restaurante premiado, existem comércios pequenos que vendem bentos e pratos super gostosos a preços mais atrativos, além de locais com entrada gratuita.

O preço pode variar também, se você já visitou o Japão anteriormente, e quantos dias sua viagem irá durar.

Se nunca esteve no nihon, é possível que queira visitar e ver a maior quantidade de locais tradicionais e interessantes.

Custo dos Onsens e Ryokans

Por exemplo, os onsens e ryokans são paradas quase obrigatórias no Japão, como não se deliciar e experenciar uma casa de banho japonesa?

Para se ter ideia, o custo em média para ir ao Onsen mais antigo do Japão, o Dogo Onsen em Matsuyama é de 1,580 ienes (R$46,28) para adultos e 720 ienes (R$21,09) para crianças no banho privado, com chá e lanchinhos inclusos.

Por cerca de 500 ienes (R$14,65) para adultos e 250 ienes (R$7,32) para crianças, é possível visitar o Jigodukan Yaen Koen, que é famoso por ter macacos, mas lá não será possível se banhar, apenas observá-los se deleitando com a água quentinha.

É interessante fazer reservas e checar a disponibilidade dos onsens privados, cheque antes os ryokans também, dependendo da época escolhida, alguns costumam ficar lotados.

Custos para entrar em templos e castelos

Geralmente, a maioria dos templos cobram um preço de entrada, entre 500 (R$14,65) a 1,000 ienes (R$29,29) por pessoa. O templo Kyomizudera custa 400 ienes (R$11,72).

Para entrar no castelo Himeji é preciso desembolsar 1,000 ienes (R$29,29).

Custo para apreciar a vista do Tokyo Sky Tree

A média do preço é de 2,000 ienes (R$58,58), e dependo do andar eles pedem uma taxa adicional para acessá-los.

Acomodações

O local escolhido vai influenciar e muito no preço de sua viagem ao Japão. Isso porque os valores entre hoteis, ryokans, hosts e guest houses, pode variar.

Quanto mais opções o local tiver, mais caro será obviamente, mas existem alternativas em conta para se hospedar já que as pessoas costumam voltar a seus hoteis apenas para dormir e se trocar.

Pensando nisso e se não tiver crianças, os hoteis executivos são as melhores opções, os famosos hoteis cápsulas, que custam em média entre 2,000 (R$58,58) a 5,000 ienes (R$146,45) por noite.

Aproveite e dê uma olhada no post sobre acomodações baratas: Cinco locais alternativos para passar a noite no Japão

Transporte

É muito importante providenciar um bilhete de transporte, sem ele se locomover pode ficar bem caro.

O Japan Rail Pass é muito utilizado por turistas, pois ele dá passagem livre por tempo determinado, por um custo fixo nas estações de metrô e trem balas.

Funciona em quase todo o país para quem deseja se locomover nas cidades, e entre cidades também. Com excessão dos trens Nozomi, Mizuho e Tokyo Monorail.

Se tiver disposição e paciência é possível visitar todos os lugares apenas usando transporte público. Seguro, eficiente e pontual, andar de metrô pode ser uma experiência que fará parte de suas lembranças.

O Japan Rail Pass está disponível para viagens de 7, 14 e 21 dias. No plano de 7 dias o custo é de 29,110 ienes (R$852,63) para adultos e 14,550 (R$426,10) para crianças no plano turista (green pass).

Tem gente que de primeira, reclama do preço, mas se locomover entre uma cidade e outra é caro no Japão, e segundo os relatos, fica mais barato com o JR Pass.

É possível comprar o “bilhete” antes de viajar para o Japão, e assim o planejamento ficar mais seguro e completo.

Para viajar de uma cidade para outra usando o Shinkansen (trem-bala), o preço mínimo da passagem fica em torno de 7,000 ienes (R$205,03). Pense bem no seu itinerário, se for visitar mais de 4 cidades, o JR Pass é uma boa alternativa.

Comida

Vamos falar do custo do ramen, já que ele é um prato tradicional e muita gente tem vontade de experimentar essa preparação e deixar a viagem mais completa.

Leia também:

Conheça a moda e tradição do ramen

Casa de ramen

Nos estabelecimentos de rua, daqueles pequenos e mais tradicionais, o ramen pode custar entre 300 (R$8,79) a 600 ienes (R$17,57). Esse tipo de lugar é facilmente encontrado nas ruas e vielas japonesas.

Cardápio de restaurante japonês

O restaurante Kurumaya Ramen, localizado na prefeitura de Ibaraki, possui ambiente familiar e um ramen tradicional pode custar entre 600 (R$17,57) a 1,200 ienes (R$35,15).

Já viajou para o Japão? Conte para nós se os valores batem e as opções encontradas para deixar a viagem “mais em conta”.

*A conversão dos valores foi feita de ien para real brasileiro, com informações do Banco Central no dia 31/05/2017. Podem ocorrer alterações, segundo mudança de câmbio.

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários