Morar no Japão é maravilhoso, mas como qualquer país existem alguns aspectos da cultura e do dia-a-dia que possam irritar em diferentes níveis. Conheça alguns do Japão.

1. Reuniões e encontros

Encontros e reuniões no Japão costumam demorar, independente se você trabalha em uma empresa pequena ou grande, acontece quase diariamente.

Os chefes costumam querer saber o que acontece, como andam os processos, atualizações, etc. Geralmente essas reuniões acontecem e envolvem pessoas de todas as áreas, então você precisará participar mesmo que o assunto não tenha a ver com seu trabalho.

Os assuntos podem ser de pequena relevância até aos assuntos mais importantes e faltar nestas reuniões não é uma opção. Então é melhor se acostumar.

2. Burocracias

O Japão é um país com muitas burocracias, está em todos os lugares em diferentes níveis. Desde bancos, escritórios de imigração e até em restaurantes. Se você pensa em morar um dia no Japão esteja preparado, não tem como fugir.

Por exemplo, se você for até o Burguer King e pedir seu sanduíche sem picles vai enfrentar burocracia. Não é simples como no Brasil. Provavelmente a gerência será chamada e haverá uma pequena reunião (lembra o item anterior?), depois eles tentarão te convencer os motivos do picles ser necessário no seu lanche.

Então se você não quer algum ingrediente em seu lanche será mais fácil tirar você mesmo do que causar esse alvoroço.

A burocracia está tão enraizada que faz parte de praticamente todas as decisões, nada é resolvido de forma simples. Se tiver algum problema ou simplesmente querer resolver coisas, espere passar por muita burocracia no Japão.

Leia também:

3. Sem isolamento térmico

A maioria dos apartamentos no Japão não tem isolamento para proteger do frio. Isso significa que no calor o ambiente fica extremamente quente e no frio fica congelante. Pode ser difícil se adaptar.

4. Frutas muito caras

As frutas no Japão tem preços muito salgados, chega a ser um absurdo. Quem vivia no Brasil e estava acostumado com frutas em abundância a preços variados, com certeza, se assustará ao tentar comer uma maçã, por exemplo.

A variedade também não será muito grande. A produção local não aguenta atender a demanda e a maioria é importada. Quantidade não é o forte da agricultura japonesa, eles preferem cultivar frutas premium com tamanhos únicos do que fazer uma larga produção e isso fará com o preço fique mais caro também. O mesmo acontece com os vegetais.

5. Filas

O Japão é um país enxuto, digamos assim. Os espaços costumam ser pequenos e a maioria não comporta muita gente a não ser os grandes centros comerciais, então a maioria costuma ser lotada. É bem normal ter que pegar filas, seja para pedir um lanche, comprar uma passagem, etc.

O lado bom é que as filas costumam ser bem organizadas e sem demoras, o atendimento japonês costuma ser rápido e eficiente.

Já morou no Japão? Temos duas perguntas: O que mais te irritava/O que menos te irritava?

Pensa em morar no Japão? Também tenho duas perguntas: O mais te irritaria?/O que menos te irritaria?

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários