Casos de turistas sendo mordidos por cervos no parque de Nara aumentam

O parque de Nara é recheado de natureza, beleza e atrações variadas. Nele, ficam o museu de Nara e os templos Todaji, Kasuga Taisha e Kofukuji.

Cervos pelo parque

Além disso, é bem conhecido por ter espécies de cervos que andam livremente pelo parque, quase 1,200. Os animais são considerados mensageiros de Deus pela religião Shinto, além de serem símbolos da cidade de Nara, um tesouro nacional.

Eles são conhecidos por serem bem dóceis e são acostumados com os visitantes, alguns chegam a se curvar para receber carinho ou comida.

Essa característica amável dos animais, juntamente com as belezas do parque de Nara atraem muitos turistas todos os anos.

Turistas sendo mordidos

Apesar de serem amigáveis, os animais podem ficar assustados ou irritados. A prefeitura de Nara relatou um aumento de casos de pequenos ferimentos de turistas no parque causados pelos animais. Foram 164 casos em 2017.

Leia também

Conheça 10 parques maravilhosos de Tóquio

Selfies

O motivo? Os turistas estão tentando tirar a selfie perfeita com os cervos. A tática usada é comprar biscoitos shinka senbei (biscoito especial) para atrair os animais.

Quando eles chegam perto, eles não dão o biscoito de imediato, além de ficarem tentando tirar fotos. Por isso, os cervos ficam irritados e mordem os turistas.

De acordo com o Yuchiro Kitabata, representante do governo da província de Nara, a culpa é inteiramente dos turistas e sua ânsia por tirar a selfie.

Em entrevista para o Japan Times, Kibata afirmou que esses casos aumentaram, pois, as pessoas pensam que os cervos são treinados para não machucar as pessoas, mas elas esquecem que eles são animais selvagens.

Um absurdo, não é mesmo? Afinal, os animais estão no espaço deles e devem ser respeitados.

Comentários

Share via