Fenômeno social: algumas mulheres estão buscando casos com estrangeiros no Japão

É certo que cada vez mais o turismo aumentará no Japão. Apenas em 2016 foram mais de 24 milhões de pessoas e o esperado é que esse número dobre por causa das Olimpíadas de Tóquio 2020.

Com isso (ou não) um fenômeno recente surgiu e tem a ver com a presença de estrangeiros no Japão: de casos conjugais com japonesas que saem em busca desse tipo de relacionamento.

Milionária solitária

Uma mulher de 39 anos que se identificou ao periódico Tokyo Reporter como Masami Kurosu conta que semanalmente sai para trair o marido de quem é casada há mais de dez anos depois de uma seca sexual em seu casamento de mais de cinco anos.

Ela é milionária no Japão, ganha cerca de 8 milhões de ienes por ano comandando uma rede de importação de comida. Basicamente o atrativo para procurar por estrangeiros é o de casos de uma noite apenas.

Kurosu ainda conta que se sentia frustrada quando seu marido desenvolveu problemas de ereção. Por isso começou a beber. Além disso, passou a frequentar também o movimentado Golden Gai de Shinjuku. Foi quando conheceu um homem de nacionalidade suíça, loiro de olhos azuis e não parou mais.

Golden Gai no Japão

A área de Golden Gai é conhecido por abrigar os amantes da vida noturna no Japão. É bem frequentada por estrangeiros que vão aos bares e casas noturnas.

Leia também

Saiba o que as mulheres japonesas pensam sobre relacionamentos com homens estrangeiros

Comportamento: 6 divertidas classificações diferentes tipos de homens do Japão

Kurosu conta que é ela que toma a iniciativa e impõe suas condições a seus affairs. Outra mulher japonesa que se identificou como Noriko Nakamura também partilha dos mesmos preceitos.

Falta de pretendentes japoneses

Aos 45 anos, mãe de duas crianças e funcionária em uma empresa estrangeira de seguros, Nokiro conta que estrangeiros sentem mais atração por mulheres de sua idade do que os japoneses.

Para conhecer um estrangeiro no país, ela utiliza o aplicativo para smartphones Happn que conta com serviço de localização.

Sua primeira aventura aconteceu em uma festa da empresa após o expediente em Roppongi. Após dançar e beber, ela se viu nos braços de um australiano.

É um jogo arriscado, aparentemente, nenhuma das mulheres que saem com estrangeiros têm intenção de abandonar suas famílias, então, o risco de serem pegas é grande. Por outro lado, elas também não parecem se arrepender de seu estilo de vida.

Fonte: Tokyo Reporter

Share via