O que você sabe sobre a língua japonesa? Teste seus conhecimentos básicos!

Você sabia que na língua japonesa não há gênero e nem plural? Conheça 10 curiosidades sobre este idioma que podem te ajudar a entendê-lo melhor!

Leia também:

Curiosidades sobre a língua japonesa

News Papers in Japanese Language

O idioma japonês é falado por mais de 125 milhões de pessoas no mundo, sendo a 9 ª língua mais popular. E está também, na lista das línguas mais complicadas em todo o mundo.

Então, se você quiser ampliar seus conhecimentos em japonês, precisará de alguma dedicação. Porém, antes de você começar, aqui estão alguns fatos interessantes sobre o idioma japonês.

1. Amplamente utilizado na internet

O Japão é conhecido por ter uma das mais altas taxas de alfabetização entre todos os países desenvolvidos. Além do fato, de que cerca de 10% dos usuários da internet são japoneses. Portanto, o japonês vem em quarto lugar, depois do inglês, do russo e do alemão.

2. Primeiro idioma para os emigrantes japoneses

O japonês nunca esquece sua língua e cultura, mesmo depois de se estabelecer em outros países. Há enormes comunidades japonesas nos EUA, Brasil, França, Reino Unido, Alemanha, entre outros países. Mas eles sempre falam japonês em suas comunidades.

3. Difícil de entender

Japanese Language Symbols

Embora o japonês seja conhecido por ser uma das línguas mais difíceis, existem certas características que facilitam um pouco. No japonês não há gênero, o que o torna menos confuso do que idiomas como francês ou o espanhol.

Além disso, em japonês não há diferença entre singular e plural. E isso não é tudo, não há também conjugação de verbos, nem artigos. E não é difícil de aprender a pronúncia, pois existem apenas 48 sons, consistindo de 5 vogais e 11 consoantes.

4. Sistema Diferente de Escrita

Existem quatro sistemas de escrita que a língua japonesa usa: Kanji, Hiragana, Katakana e Romanji.

O hiragana é silábico, além de ser o sistema de escrita mais original do Japão. É usado para palavras simples, conjugações e literatura infantil, pois é o primeiro conjunto de escrita que é ensinado.

Katakana é usado para escrever palavras estrangeiras. E o Kanji é baseado no sistema de escrita chinês, que consiste em cerca de 2000 sinais.

O Kanji foi importado dos chineses no século VI d.C. Recentemente, o Romanji, uma romanização das palavras japonesas, também se desenvolveu, muitas vezes simplificando as letras originais.

5. “Mate dois pássaros com uma só pedra!”

Muitas vezes, as palavras tem duas raízes de pronúncia, sendo uma delas japonesa e outra chinesa. E ainda, com sons totalmente diferentes.

Portanto, aprender japonês é quase como aprender o vocabulário de dois idiomas ao mesmo tempo.

Leia também:

6. Enganos dos homófonos

Homófonos possuem a mesma pronunciada, mas têm significados diferentes. E a língua japonesa tem oito deles!

Japanese Alphabets

Agora, dê uma olhada nos 8 caracteres acima. Todos esses 8 caracteres Kanji são pronunciados como “shin”. E todos os 8 não se relacionam!

Da esquerda para a direita, portanto, são eles: Deus, avançar, acreditar, novo, verdadeiro, esticado, coração e pai.

Não há tons em japonês, como existem em chinês, e assim a pronúncia de shin é exatamente a mesma para todos os caracteres acima.

Além destes, existem muitos outros caracteres Kanji que também são pronunciados como “shin”!

E a maneira japonesa de pronunciar os caracteres acima, portanto, são “kami”, “susumu”, “shinjiru”, “atarashii”, “makoto”, “nobasu”, “kokoro” e “oya”.

Então, observe que o modo japonês de pronunciar uma palavra é multi-silábico, enquanto o modo chinês é uma única sílaba.

7. Falado rapidamente

O japonês é um dos idiomas falados mais rapidamente. De acordo com um estudo recente, a velocidade (em sílabas por segundo) de várias línguas foram comparadas, fazendo com que os falantes nativos de cada idioma conversassem entre si.

E os japoneses deixaram todas as outras línguas para trás, marcando 7,84 sílabas por segundo. Enquanto que o inglês é falado às 6,19 sílabas por segundo.

8. Seja educado com o japonês

O povo japonês é conhecido por suas maneiras e etiquetas. Eles são tão educados que refletem isso em sua linguagem também.

Formas gramaticais especiais, e até o vocabulário, são usados ​​para demonstrar respeito. É necessário usar honoríficos, quando os interlocutores não têm o mesmo status e posição.

Outros fatores que determinam diferentes posições são a idade, o cargo e a experiência, entre outros.

9. Muitas línguas emprestaram palavras do japonês

Países como EUA e Reino Unido possuem grande interesse na cultura e na língua japonesa. E algumas palavras japonesas também são reconhecidas pelo inglês.

Essas palavras incluem karaokê, tofu, anime, origami, etc. Ao aprender japonês, você notará que algumas palavras também soam familiares. Isso ocorre porque o japonês emprestou algumas palavras de outros idiomas, incluindo o português, o inglês e o alemão.

Um exemplo é o pan (pão em português), arubaito (em alemão) e muitas outras.

10. Nenhuma relação com outros idiomas

Ao contrário das línguas européias, como o inglês, o francês, o alemão e o espanhol, que se relacionam umas com as outras. O japonês, no entanto, não está relacionado a nenhuma outra língua do mundo.

De fato, até recentemente o japonês era classificado como um idioma isolado, o que significa que é completamente único entre todas as línguas do mundo atual.

Qual outra curiosidade você acrescentaria à essa lista?

Fonte: ohfact

Share via