Eleições 2018: confira os resultados dos votos de brasileiros no Japão

A apuração das urnas das eleições no Brasil 2018 foram 100% concluídas. Com os boletins de urna dilvulgados pelo TSE, confira os resultados dos votos de brasileiros no Japão.

Ao todo, brasileiros que residem no exterior em 90 países tiveram que comparecer ou justificar seus votos. Portanto, Japão, China, Coreia do Sul, Emirados Árabes, Malásia, Tailândia, Nepal, Filipinas, Taiwan, Vietnam, Australia, Nova Zelândia e mais.

Além disso, 500, 727 que vivem no exterior tinham títulos ativos em 171 zonas eleitorais espalhados nos consulados.

Deles, 60,708 apenas no Japão. Portanto, o terceiro país com mais brasileiros que votam no exterior, ficando apenas atrás dos Estados Unidos.

Eleitores brasileiros no exterior

1.Estados Unidos: 160,000;

2.Japão: 60,000;

3.Portugal: 39,000;

Resultados

Jair Bolsonaro, PSL, foi o mais votado nas jurisdições de Nagoia (Takaoka, Hiroshima, Suzuka e Toyohashi), Tóquio (Oizumi, Ueda e Joso) e Hamamatsu (Shizuoka).

Recebeu 76,61% dos votos na jurisdição de Nagoia. O candidato do PDT, Ciro Gomes ganhou apenas 5,03% dos votos, seguidos por Geraldo Alckmin do PSDB (4,61%) e João Amoêdo com 4,22%.

Ao todo, Bolsonaro recebeu 3,227 votos (58,95%), dos 5,475 que foram contabilizados nas 16 zonas eleitorais de Tóquio.

Na jurisdição de Tóquio, que inclui Oizumi, Ueda e Joso, Bolsonaro levou 70,70% dos votos, Ciro Gomes 6,90%, Geraldo Alckmin 5,52% e João Amoêdo 4,99%.

Em Shizuoka, Bolsonaro levou 78,47%, seguido de Ciro Gomes com 4,87%, Geraldo Alckmin (4,37%) e João Amoêdo com 4,05%.

Os cidadãos brasileiros que vivem no exterior foram obrigados a votar, pois as eleições foram presidenciais. É preciso mudar o domicío eleitoral para o Japão, caso contrário, será preciso justificar perante a Justiça Eleitoral.

O primeiro turno das eleições aconteceu no dia 07 de outubro de 2018.

O segundo turno deverá acontecer no dia 28 de outubro. O eleitor brasileiro que reside no Japão deve levar documento original com foto. Serão aceitos:

  • Passaporte;
  • RG;
  • Carteira de motorista;
  • Documento Militar;

Documentos japoneses não serão aceitos para identificação. Não é preciso levar o título de eleitor, já que ele não é mais impresso no Japão.

Para descobrir a zona eleitoral, é preciso consultar o número da seção eleitoral no site do TSE. O endereço dos locais de votação no Japão, podem ser encontrados no site do Consulado-Geral do Brasil.

Fontes: Consulado-Geral do Brasil em Tóquio, Japan Times, TSE, TRE.

Share via