Nunca chame alguém de kisama no Japão, saiba o motivo

Kisama! Quem está acostumado a assisitir animes e filmes japoneses já deve ter ouvido essa palavra ao meio de cenas tensas.

Geralmente, quem profama kisama provavelmente está bem bravo. De primeira, o significado não condiz com o seu uso.

Afinal, significa um aparente inocente “você”. Pois é, mas o que acontece para ele poder ser usado com conotação de ofensa?

kisama

No Japão, o correto é chamar as pessoas pelo sobrenome ou nome juntamente com um sufixo, que mudam de acordo com a intimidade ou hierarquia.

Leia também

Palavras que nenhum professor de língua japonesa vai te ensinar

Aprenda palavras e frases em japonês para o Ano Novo!

10 palavras japonesas bem simples que você deve aprender antes de visitar o Japão

Usar a palavra você pode significar desrespeito, afinal, a pessoa sequer faz o esforço de chamar pelo nome. O país é  cheio de regras e etiqueta, além disso é bem complexo com educação.

Coisas que parecem sem relevância em outras culturas, no Japão pode ser grave. Por isso, chamar a pessoa de kisama pode ser considerado ofensivo.

Se quiser usar outra palavra, substitua por anata, outra palavra para o mesmo significado, sem ser desrespeitoso.

Porém, se estiver no Japão sempre chame as pessoas pelo nome e use um sufixo. Se você não sabe como usá-los, nós já falamos sobre isso aqui.

San, Sama, Kun e Chan: como usar os principais sufixos em nomes

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa Newsletter.

Share via