fbpx

Kitsune: o espírito da raposa no Japão

No Japão, segundo as religiões shinto e budista, todas as coisas tem alma. Por isso, existe tanta simbologia de espíritos habitando animais e isso faz o folclore japonês ser muito bonito, além de promover a reflexão.

Kitsune

O kitsune é a representação da raposa japonesa na cultura japonesa. O kitsune é um espírito yokai que tem uma personalidade forte e histórias cheias de detalhes.

Ele é ligado ao deus Inari, da prosperidade e dos campos de arroz, por isso, os templos dedicados tem esculturas de raposas.

A oferenda é o abura-age (tofu frito), tanto é que o inari sushi faz referência ao kitsune, assim como o udon kitsune.

O kitsune é um deus da dualidade. Portanto, ele tem um lado bom e ruim.

Além disso, a raposa tem o poder de se transformar em humanos e implorar para entrar na casa das pessoas e na manhã seguinte, levam todos os objetos.

Leia também

Morar no Japão: diferenças entre morar no interior ou em metrópolis

Viagem no Japão de trailer pode ser experiência barata e segura

6 fatos interessantes sobre o Japão antigo

Assim como se trabsformam em belas mulheres, aliás, eles são mestres da ilusão criando coisas que podem ser vistos e tocados, mas não existem.

O espírito da raposa também pode possuir um humano. Por isso, quando as pessoas fazem ações ruins, costumam dizer que foram possuídos pelo kitsune.

Assim como quando o céu fica aberto e com sol, dizem que o kitsune está se casando transformado em corpo de humano.

Existem várias lendas envolvendo a raposa, em várias delas, o kitsune tem mais de uma calda, chegando até até nove.

Não deixe de receber os artigos pelo messenger ou assinar nossa newsletter.

Comentários

Share via