Kodama: quem são os adoráveis seres espirituais da animação Princesa Mononoke?

Princesa Mononoke é um clássico do Studio Ghibli e um filme obrigatório para fãs de animes. Se você assistiu, com certeza se lembrará dos simpáticos kodama.

Os kodamas são yokais que vivem nas florestas, suas aparições na história do Japão são anteriores ao próprio sistema de escrita do país.

Histórico

Acredita-se que antes do sistema de escrita, kodama era a junção de três palavras, ko (velho ou antigo), da (muitos ou numerosos) e ma (dez mil).

Ainda que durante esse momento histórico não tenha encontrado uma boa definição sobre o que é um kodama, passa a sensação de que todos os encontros com esses seres eram numerosos.

Porém, após a introdução do kanji no Japão, a palavra tomou outro sentido. Ko (árvore) e dama (espírito), ou seja, espírito das árvores.

Os primeiros registros escritos são do período Heian em um dicionário chamado Wamuryorui Jyusho entre os anos 931 e 938.

Outra literatura da época também menciona os espíritos da floresta, o livro Genji Monogatari (Os Contos de Genji), além de outros três seres espirituais.

A lenda de Kodama

Atualmente os kodama são considerados yokai, mas no passado foram considerados kami, protetores das florestas, das vilas, das casas e das benção da vitalidade das terras.

Além disso, no passado, quando as pessoas de uma vila conseguiam identificar a árvore que um espírito da floresta habitava, ela era marcada com uma corda sagrada chamada shimenawa.

Embora os espíritos da florestas estejam ligados com todas as árvores de uma floresta, normalmente preferem as mais antigas.

Existe uma lenda no Japão que quando uma árvore ancestral é cortada e ela ‘sangra’, é porque um kodama vivia ali.

Tirar a vida de um espírito da árvore causa uma grande maldição para todos os envolvidos. Vilas podem desaparecer por causas naturais como consequência da morte de um kodama.

Leia também

Mitologia japonesa: os guardiões dos quatro pontos cardeais de Japão

Shichi Fukujin: saiba os significados dos 7 Deuses da Sorte

Shitenno: os quatro guardiões do budismo japonês

Aparência e aparições

Kodama

Os carismáticos espíritos da florestas parecem um desenho de boneco infantil, ainda que sua aparência seja um pouco fantasmagórica, os kodamas são bem kawaii.

Embora a tradição e a história japonesa afirmarem a existência de espíritos das árvores, os encontros com esses seres espirituais são considerados raríssimos.

Normalmente os kodamas são pacíficos, muito sábios e extremamente poderosos. Mesmo que sua aparência seja pequena e engraçada, eles são capazes de realizar verdadeiros milagres.

De prosperidade, cura e quebra de maldições, esses simpáticos guardiões das florestas aparecem apenas para quem eles querem dividir seu conhecimento.

Como a urbanização e a industrialização derrubaram muitas florestas japonesas. Por isso, em regiões como Okinawa, a tradição conta que é possível escutar o choro dos kodamas ao cair da noite.

Se durante uma caminhada pelos bosques e florestas japonesas você se encontrar com um, não tenha medo e sinta-se privilegiado, essa é uma oportunidade para os raros.

Gostou do artigo? Não deixe de se inscrever em nossa newsletter.

Share via