Shitenno: os quatro guardiões do budismo japonês

Já ouviu falar nos quatro guardiões do budismo japonês, os Shitenno? Você pode tê-los visto em imagens ou esculturas pelo Japão.

Cada um dos Shitenno está associado a uma direção, estação, virtude e elemento. São seres originários do panteão hindi que prestam proteção a Buddha e aos templos japoneses.

Os quatro guardiões juntos representam o Monte Meru (morada dos semi-deuses, deuses, bodhisattvas e Buddhas). Conheça os quatro Shitenno.

1. Jikokuten

Jikokuten Shitenno

Jikokuten é o guardião do Leste, associado a força, a primavera e a água, é representado com uma armadura e espadas, seu olhar é feroz e intimidador.

Ele também é representado com um alaúde japonês, instrumento musical tradicional de cordas, sua sonoridade é relaxante e meditativa.

2. Zochoten

Zochoten Shitenno

O guardião do Sul Zochoten é associado a prosperidade, ao verão e ao fogo, é representado também com armaduras e uma lança em mãos e outra mão na cintura.

Seu nome significa “o senhor que se expande, o senhor que se engrandece”, é considerado como catalisador do crescimento espiritual.

Leia também:

3. Komokuten

Komokuten Shitenno

Komokuten é o guardião do Oeste, é associado a consciência, ao outono e ao metal. O terceiro olho de Komokuten o permite ver através do mal.

É muitas vezes representado com um pincel na mão direita e um pergaminho na mão esquerda, ele encoraja as aspirações para a iluminação.

4. Tamonten

Tamonten Shitenno

O guardião do Norte Tamonten é associado a riqueza, ao inverno e a terra, ele também pode ser conhecido como o Kami da guerra, é onisciente e está sempre ouvindo tudo.

Representado sempre com a boca fechada e com uma lança em mãos, sua respiração é uma arte mortal.

Os guardiões não só protegem Buddha como todo o mundo dos seres malignos, cada direção é responsável por um continente, sempre de costas para o Monte Meru.

Já viu alguma estátua de algum Shitenno pelo Japão? Não deixe de comentar.

Comentários

Share via