Soshukukei danshi: homens que não tem interesse amoroso

No Japão, o termo soshukukei danshi aparece bastante na mídia japonesa. É como eles descrevem a personalidade de um homem chamado de herbívoro, que não tem libido ou desejo.

Soshukukei danshi

O termo serve para descrever homens contemporâneos jovens e tímidos que não tem interesse em ter contatos íntimos ou estar em um relacionamento.

É uma geração que mais se interessa em fazer compras, é menos competitivo e não tem vontade em namorar.

Eles são mais sensíveis, passíveis e não querem criar possibilidades afetivas para não machucar outras pessoas e evitar sentimentos ruins. Prefere gastar seu tempo fazendo coisas que gosta, como viajar, comprar roupas novas, etc.

Problema social

Desde a popularização desse termo, muito tem se discutido na mídia japonesa, já que 61% de homens solteiros na casa dos 20 anos se consideraram herbívoros em uma pesquisa de 2010. Enquanto os homens na faixa dos 30 representaram 70%.

É um termo que preocupa, pois o Japão passa por uma crise de falta de nascimentos e rápido envelhecimento da população.

Geração perdida

Os jovens estão cada vez menos interessados em adquirir bens, casar ou melhorar sua posição hierárquica e por isso foi batizada de geração perdida.

Além disso, demonstram resistência em continuar o lifestyle de seus pais e querem seguir outros caminhos.

Eles não vivenciaram o boom econômico do pós guerra ou o período da bolha. Eles nasceram em uma era de economia estática e com rápida transição do mercado de trabalho.

Por isso, estão acostumados a ter instabilidade em seus empregos e pouco interesse em estabelecer uma vida matrimonial.

Leia também

Quem são os homens mais cobiçados, de acordo com as japonesas

Saiba o que as mulheres japonesas pensam sobre relacionamentos com homens estrangeiros

O termo ficou popular depois da colunista Maki Fukasawa chamar esses homens assim quando debatia os problemas que a falta de interesse em sexo estavam causados no Japão.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via